Silicon Valley – Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI

Se você já está na área de TI ou se pretende seguir essa carreira, leve em conta que na lista de séries obrigatórias que você deveria ver está Selicon Valley, que tem um título bastante intuitivo, já que indica o tema principal que é abordado nela.

O Vale do Silício é visto como o berço e a casa das maiores empresas de tecnologia do mundo. É de lá que vem as principais tendências tecnológicas para o mundo. Mas, nem todo mundo sabe o que é, como funciona e quais os bastidores por trás desse Vale. É isso que conta a série.

ANÚNCIO
Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Entendendo o que é o Vale do Silício

Primeiro, saiba que o Vale do Silício, em termos de série, é uma produção de comédia que foi criada pela HBO e que faz o maior sucesso no mundo. A série está disponível no Brasil desde meados de 2014 e tem produções até os dias atuais. Originalmente, estreou no mesmo ano.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Os episódios são mais curtos do que o que é normal de se ver, sendo que não duram muito mais do que 30 minutos. A cada temporada, aliás, são disponibilizados entre 7 e 10 novos episódios. Toda a história foi aclamada pelo público desde os primeiros dias de estreia.

O roteiro é interessante e bem-humorado, o que pode significar esse sucesso todo. Sempre que saiu uma lista de “série de comédia” em várias premiações, a Silicon Valley aparece por lá. Chegou a vencer por 5 vezes consecutivas o prêmio Primetime Emmy.

Sabendo sobre a sinopse da história

É legal saber que essa foi uma das séries da HBO que mais bateram de frente com as produções da Netflix, em um momento que elas estavam em alta e eram “únicas”. Tanto é que foi indicada várias vezes ao Emmy de melhor série de comédia e não é à toa, né.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Para quem gosta de empreendedorismo, tecnologia, inovação é uma boa ideia. Mas, por quê? Porque a série conta sobre a vida de seis programadores, sendo que um deles é Richard. Eles são introvertidos e possuem personalidades diferentes.

É uma série de ficção, sim. No entanto, também é uma comédia que pode trazer de forma divertida e icônica um assunto bastante sério e até mesmo desconhecido das pessoas, como é o caso do Vale do Silício.

Descobrindo o enredo de Silicon Valley

Richard é o personagem que tem por trás o ator Thomas Middleditch. Ele é um programador que nos faz lembrar de nomes como Mark Zuckerberg e até mesmo Bill Gates. No mínimo, dá para dizer que é alguém muito excepcional no seu trabalho, mas com dificuldades sociais.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Durante as cenas, ele descobre um algoritmo perfeito que fará muita gente e muita empresa economizar tempo e dinheiro. Isso o torna um dos destaques entre os estudantes da Califórnia, que é uma região que fica no Vale do Silício. 

Para que a ideia vá adiante, ele passa a viver em uma empresa chamada de “incubadora”, que tem esse viés de fazer a ideia “amadurecer”. Uma incubadora é uma espécie de empresa que auxilia as startups e recebem investimentos milionários para darem o famoso “start”. 

Estudando o Richard

O personagem de Middleditch é apenas um dos programadores que são citados. Porém, a história dele é bem legal de ser vista. Ele tem a vida transformada após descobrir um serviço. Porém, ele é apenas um dos milhares de estudantes que estão ali, no Vale.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Richard descobre o programa e recebe o investimento milionário. O próximo passo é aperfeiçoar ele. Por isso, a sua equipe passa a trabalhar nisso, durante o dia e a noite.

Sobre o Richard, vale mencionar que além do investidor Erlich Bachman, que fica explorando o seu “cliente” de toda forma possível, temos ainda o Peter Gregory, de Christopher Evan Welch, que é uma espécie de investidor bem diferente, mais excêntrico, tipo Steve Jobs.

Vendo a relação da série com a realidade

O Vale do Silício é um lugar nos Estados Unidos onde as pessoas respiram tecnologia e empreendedorismo e isso é retratado de forma bastante convincente na série. A ambição de jovens em se tornarem CEOs é realmente visível, exatamente como o caso de do Richard.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Do mesmo modo, dá para encontrar CEOs mais experientes, como é o caso do personagem Gavin, que já tem muito sucesso e, mais do que isso, vive o seu “melhor momento”. O curioso é, independente da experiência ou idade, todos ali buscam soluções.

Elas podem ser para tornarem a vida das pessoas mais fáceis, mais cômodas, mais simples ou melhores. O problema é que, como em todo lugar, por lá também se encontram mentiras e manipulações. E alcançar o sucesso profissional pode custar caro para muitos.

Conhecendo o que há por trás da série

Mais um ponto que nos faz acreditar que essa pode ser a melhor série até aqui que dita e cita essa região é saber que os produtores garantiram que consultaram e estudaram mais de 250 pessoas que trabalham na região o dia todo.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

O resultado é que não é raro encontrar casos de pessoas que acham “doloroso” demais assistir a série. O motivo? A forma com que a indústria tecnológica é retratada. Sendo, muitas vezes, vista como “experiências exaustivas demais”. O que não deixa de ser verdade.

Também é legal saber que a maioria do elenco que atualmente está ativo queria fazer o papel do Erlich Bachman, que é o investidor dono da incubadora da Pied Piper, do Richard. Porém, no fim das contas, foi o T. J. Miller que ficou com o papel dele.

O profissional de TI deveria ver Silicon Valley porque…

Porque mostra a cultura do Vale do Silício, que hoje é a região mais tecnologia do mundo. Todo empreendedor sabe que as mentes mais brilhantes estão ali. Além disso, há uma cultura organizacional que é muito diferente do que estamos acostumamos a ver em empresas.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Porque mostra como o impacto tecnologia tem a ver com o comportamento humano e de consumo. Ou seja, apesar de ser uma série que mostra a realidade e usa o humor para isso, você vai conseguir ver pequenas “críticas” por trás, especialmente em assuntos atuais.

Porque mostra como é a vida de um empreendedor e trabalhador da área de TI. Logo, nem sempre a gente vai ter sucesso e nem sempre o fracasso vai significar o fim do túnel. Assim, entender as dificuldades e ver como sempre dá para encontrar soluções é mostrado.

A direção é de Mike Judge

Aliás, saiba que quem criou e dirigiu a série é ninguém menos do que Mike Judge, que é um ator que fez filmes famosos, como “Saturday Night Live”. Ele também dublou “Beavis & Betthead” e foi o responsável por “Como Enlouquecer seu Chefe” e “Idiocracia”.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Assim, temos uma série baseada em acontecimentos recentes da tecnologia, assim como em eventos que ele mesmo presenciou durante a década de 1980. Sim, ele esteve no Vale do Silício nessa época e usou essa experiência para produzir a sua série de maior sucesso.

Além do Mike e do ator Thomas Middleditch, considere que as participações mais importantes ainda passam por Josh Brener, Kumail Nanjiani, Martin Starr, Zach Woods, Amanda Crew e Matt Ross. E tem a participação de Eric Schmidt também.

Quem é Eric Schmidt

Ele é o presidente e ex-chefe executivo da Alphabet Inc., que é a marca por trás do Google. Ele fez uma participação como sendo ele próprio. Atualmente, com 66 anos, ele tem o prêmio de Fundadores IEEE, concedido a quem é excepcional na liderança e administração de engenharia.

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Ele é bacharel em Engenharia Elétrica pela Universidade de Princeton, mestre e doutor em Ciências da Computação pela Universidade da Califórnia-Berkeley.

Tem relação com The Big Bang Theory?

Quem assistiu The Big Bang Theory, que foi transmitida antes, pode ser que veja alguma relação entre as séries. Mas, não há tanto assim, ainda que elas tragam “pessoas inteligentes” ou simplesmente “nerds” nos papéis principais. 

Silicon Valley - Por que essa é uma série indicada para quem trabalha na área de TI
Foto: (reprodução/internet)

Na verdade, na história do Sheldon a gente tem pessoas bem-sucedidas e com piadas totalmente focadas no convívio social deles, assim como na vida amorosa. Já no caso de Silicon Valley, tudo é focado na vida profissional – logo, ótimo para quem quer seguir a carreira. 

Além disso, a ausência de trilhas de risadas é um diferencial que faz com que não seja vista, muitas vezes, como série de comédia e sim uma espécie de sitcom (série que é focada nas histórias cotidianas das pessoas). 

As temporadas de Silicon Valley

Até hoje são 6 temporadas de Silicon Valley disponíveis para serem assistidas, porém, nada indica que elas vão terminar por aqui. A primeira saiu em 2014 e a última foi lançada em 2020. Isso soma um total de 46 episódios até aqui. 

Para assistir a série, você precisa ter a assinatura do HBO. Por lá, todas as temporadas estão disponíveis. No entanto, para isso, é preciso ter o plano de assinatura para TV ou assinar o HBO Max, que é uma espécie de serviço de streaming e parte de R$ 9,95 mensais. 

ANÚNCIO