Essas 9 profissões não são para ansiosos

A ansiedade é um tipo de doença psicológica que pode causar sintomas como medo constante, irritabilidade, agitação dos membros, tensão, sudorese, boca seca, tensão muscular, aperto no peito. E isso ainda pode vim ligado com ataques do pânico.

Mais tarde, a ansiedade se não for tratada pode “influenciar” uma possível depressão e contribuir para quadros ainda mais graves, como suicídio. Por isso, se você se considera alguém ansioso, o ideal é que evite esses tipos de trabalho que temos abaixo.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

As profissões que não são para ansiosos

Há alguns anos, a gente teve acesso a uma pesquisa que foi feita por um site norte-americano (o Business Insider), que mostrou as profissões mais estressantes.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

Logo, a gente pode ver que há uma ligação entre estresse e ansiedade, já que geralmente pessoas estressadas são ansiosas ou as ansiosas podem se sentir estressadas mais facilmente. E isso tudo pode ser visto na teoria de Freud, que vamos mencionar no fim do texto.

De todo modo, também usamos outra pesquisa, da revista Health, que citou as profissões que estão mais propensas à ansiedade devido ao estilo de vida estressante que os trabalhadores levam. O resultado está listado abaixo e você pode conferir agora.

9 – Médico

A gente usou a expressão do “médico” aqui, no entanto, vale considerar que todas as profissões ligadas a saúde entram nesse contexto. Portanto, estamos falando não apenas dos médicos, mas também dos enfermeiros, terapeutas, entre outros.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

O fato é que essas carreiras exigem longas horas de trabalho, que também são cansativas. Assim, há ainda de se acrescentar que todo cuidado é pouco porque eles lidam com cuidados médicos, clínicos, precisão. Sem contar que são colocados a prova de emoções a todo instante.

O resultado não é difícil de se imaginar: estresse, pressão e ansiedade fazem parte da rotina de muitos profissionais da saúde no mundo todo.

8 – Assistente Social

Aqui no começo das profissões a gente não vai ter muita surpresa, não. Por exemplo, quase todo mundo sabe que a profissão de assistente social é uma das mais estressantes do mundo. Por isso, ela também é uma das que mais prejudicam quem tem transtorno de ansiedade.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

Oras, pense só em lidar com crianças vítimas de abuso, abandonos de famílias, crises familiares. Tudo isso causa o que é chamado de “esgotamento profissional”. E esse esgotamento tem o seu papel importante em doenças mentais e psicológicas.

Muitos assistentes sociais já falaram abertamente sobre isso. E, curiosamente, ainda que outras palavras, acabam citando frases que são compostas por expressões do tipo “sacrifícios emocionais” ou “trabalhar em prol do bem comum, mas perdendo a própria dignidade”.

7 – Piloto 

Conforme a pesquisa norte-americana, o piloto de avião, assim como o copiloto, tem um índice de estresse que está acima dos 95 pontos. Em termos de psicologia, dá para observar que os longos períodos longe da família possuem peso nisso.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

Além do mais, dá para considerar também a carga excessiva do trabalho e a responsabilidade que tem a ver com a segurança dos passageiros. Portanto, ainda que eles tenham salários que são considerados bons, há uma questão da saúde que fica a mercê.

Quer ver 3 expressões bem comuns que estão ligadas ao trabalho do piloto de avião? “Fadiga”, “Estresse” e “Suicídio”. Tente conversar com um deles e não ouvir uma dessas palavras. Uma pesquisa da Unib chegou até a criar um termo: “Fadiga Aérea” para falar do assunto. 

6 – Garçom

Já essa profissão pode ser uma curiosidade para você por estar aqui. Afinal, em propagandas de cervejas, a gente sempre vê o garçom sorrindo, não é? Em novelas, as garçonetes usam a profissão para darem a volta na vida e conseguirem sucesso. Entre outros exemplos.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, devido aos salários baixos e muitas vezes serem fontes de rendas complementares, os garçons também ficam entre os profissionais que mais sofrem de estresse e ansiedade. Isso porque precisam lidar com pessoas mal-educadas boa parte do tempo.

E não é só isso. Acredita-se que seja um dos trabalhos mais ingratos que se tem, já que há um esforço físico bastante intenso. Ou seja, salário baixo, clientes mal-educados e esforço físico. Tudo isso junto pode sugar toda energia de um profissional, não acha?

5 – Operador de Telemarketing

É outra profissão que usamos para exemplificar várias outras. Aqui poderia estar também todos aqueles profissionais que prestam atendimento aos clientes, seja por telefone, na internet, presencialmente. O fato é que lidar com o público exige muito jogo de cintura.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

Conforme as pesquisas que indicamos acima, o nível de estresse de um operador de telemarketing é de 98,2 pontos de um total de 100. Logo, está entre as profissões mais estressantes do mundo. E isso se soma ao salário baixo e rotina exaustiva mentalmente.

Tanto é que um fato curioso é que é raro encontrar algum trabalhador que se manteve pela vida todo nesse único trabalho. Geralmente, os recém-formados ou desempregados ou quem busca o primeiro emprego, usa o trabalho para conquistar uma experiência no mercado.

4 – Diretor de Empresa

Também como surpresa, temos aqui o diretor de empresa. E a surpresa é pelo fato dele ser um trabalhador que tem um ótimo salário em qualquer companhia, certo? Para se ter uma ideia geral desse cenário, no Brasil, a média salarial dele fica em R$ 10 mil no mês.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, além das pesquisas citadas acima, outra (da Talenses) mostrou que 39% dos diretos de empresas se consideram como estressados, de forma assumida e plena. Assim, eles ainda contam os motivos, como o sacrifício pelo trabalho

E quando a gente traz o assunto para o Brasil, saiba que somos considerados o segundo país mais estressado do mundo (conforme a International Stress Management Association). E tem mais uma coisa: diretores afastam da empresa por conta de transtornos emocionais e mentais. 

3 – Encanador

Mais uma vez, usamos um único profissional para representar vários. Saiba que os encanadores, assim como todos os outros profissionais da manutenção (pintores, eletricistas, vidraceiros, desentupidores, chaveiros) também possuem seus espaços nessa lista.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

Entre os motivos apontados, a gente pode dizer que eles precisam ser rápidos em resolver problemas, que geralmente são graves e urgentes, sem que tenham tempo suficiente para pensar em soluções mais assertivas. Além do mais, eles cobram barato pelo trabalho.

Assim, precisam estudar o assunto para ter conhecimento. Depois, sofrem com um mercado de trabalho concorrido. E sabem que na maioria das vezes vão ganhar pouco. Sem falar que é um tipo de trabalho solitário, que geralmente se faz sozinho, não é?

2 – Contador

O contador, assim como um consultor financeiro, não deveria ter transtornos de ansiedade. Ou se tiver, o ideal é que tire um tempo de descanso ou até mesmo mude de profissão. Isso porque a frase “tempo é dinheiro” já pode causar um problema na vida dele.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

A questão é que uma boa parte da população e das empresas não gostam de lidar com as próprias finanças. Nesse caso, esses agentes do dinheiro são chamados e precisam lidar com milhares e milhões de números o dia todo.

E a responsabilidade é grande. Se ele errar uma vírgula pode ter um grande problema. Logo, se o cliente perder dinheiro, mesmo que nem sempre a culpa seja dele, o contador pode ficar estressado. Até mesmo porque quem perde dinheiro pode até perder a educação também, né.

1 – Professor

Aqui temos outro susto, amigos. Por que tem muito professor que sabe que é estressado e ansioso e mesmo assim continua dando aula. O problema é que se ele não tiver uma mudança de hábitos e comportamentos, o seu fim (de uma vida saudável) pode estar próximo.

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

Ainda mais no Brasil, onde a carga de horário é grande, a responsabilidade maior ainda e o salário ó, bem pequenininho, né. É comum que professores trabalhem em dois ou três turnos, ficando com pouca parte do tempo para cuidar de si mesmo, da família, do lazer.

E eles sempre se dedicam ao máximo para ensinar outras pessoas, com pouco recurso e pouco tempo. E para dificultar, escolas e estados possuem regras e leis que precisam ser obedecidas e que exigem muito do professor. Há uma cobrança que é muito estressante na vida deles.

A teoria de Sigmund Freud

Como citamos no começo do texto essa teoria, vamos detalhar ela aqui, de forma breve. Freud dizia que há 3 tipos de ansiedade. A Realista surge de acordo com fatores específicos e reais. “Como quando vemos fogo”. A segunda é a ansiedade Neurótica. Nesse caso, ela parte da antecipação de acontecimentos. 

Essas 9 profissões não são para ansiosos
Foto: (reprodução/internet)

E por fim, ele ainda cita a ansiedade Moral, que é aquela que tem a ver com o superego. Nesse último caso, entraria no contexto o medo do fracasso ou da vergonha, que tem mais a ver com tudo o que falamos acima. É algo que foi chamado por Freud, muitas vezes, de “obrigações inconscientes”. 

E as profissões menos estressantes

Por outro lado, se você acha que não, considere que também há uma listagem de profissões menos estressantes. O próprio Catho, que é uma página de vagas de emprego, criou uma. 

Eles citam profissões como a de matemático, professor de universidades, terapeuta ocupacional, estatístico, cientista de dados, analista de pesquisa de operações e atuário, por exemplo.