Graduação não garante mais emprego, diz pesquisa

Há um bom tempo atrás, ter um diploma de nível superior era quase um passaporte para conseguir uma vaga de emprego. No entanto, com a popularização das universidades e um número cada vez maior de formados, a graduação deixou de ser suficiente em si mesma.

Exemplo disso, é o levantamento que iremos trazer hoje. Segundo uma pesquisa recente, cresceu o número de jovens que passaram pela graduação e foram imediatamente para o desemprego. A realidade é preocupante e e tem desmotivado muitos estudantes nas universidades.

graduação
Foto: (reprodução/internet)

Quer saber mais? Continue a leitura deste artigo e entenda melhor as adversidades enfrentadas por esses jovens graduados e como contorná-la.

Entenda a pesquisa

Muito tem se falado a respeito da redução na taxa de desemprego. Apesar de ter sido bem tímida, o fato foi motivo de comemoração em vários portais, até mesmo aqui no Vaga de Emprego. O índice percentual do desemprego foi de 12,5% a 11,8% em 6 meses.

Porém, apesar deste ganho, a quantidade de jovens que completaram a graduação recentemente e não conseguiram emprego, infelizmente aumentou. Esta informação foi disponibilizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – Dieese.

A pesquisa realizada pela entidade evidencia que entre os anos de 2014 e 2018 o crescimento percentual deste aspecto foi de 8,2% para 13,8%. Mas, o que preocupa é a razão deste aumento. Algo que está em discussão é sobre o nível de comprometimento que esses jovens têm demonstrado com a graduação.

Gustavo Monteiro, que é técnico do Dieese, comenta a problemática:

“O índice preocupa, porque mostra não apenas que esses jovens estão tendo dificuldade em se inserir no mercado de trabalho, mas que também não estão conseguindo postos que exigem ensino superior e conhecimentos específicos naquilo que se formaram”

É preciso levar em consideração que o contexto da macroeconomia tem uma influencia direta sobre as ofertas de emprego do momento. Mas, apesar da predominância deste aspecto, os headhunters de novos talentos atribuem uma maior responsabilidade aos próprios candidatos.

É necessário ter mais que a graduação

Dahra Quintella, que coordena a seleção da 99Jobs HRtech, pontua que quem fala um bom português, consegue se comunicar bem, é pontual e toma cuidado com a postura e cordialidade, tem grandes chances de conquistar uma vaga de emprego.

Além disso, é importante saber fazer uma organização com antecedência das experiências vividas. Colocar em evidência as qualidades é algo imprescindível para se sair bem na hora da entrevista de emprego.

“Antes de chegar, você precisa saber dizer quais experiências teve, quais são as principais informações sobre você mesmo que são as mais relevantes. Tenha clareza e não deixe para pensar em quem você é ou o que você fez apenas na hora que chegar na entrevista”

Tudo isso pode revelar um conteúdo a mais no candidato que completou a graduação há pouco tempo. Afinal, não é apenas um diploma que irá dizer se aquele jovem é ou não qualificado. Um perfil profissional de excelência é formado por múltiplas qualidades.