Você deve trabalhar com (ou para) amigos?

Você deve trabalhar com (ou para) amigos?
Foto: (reprodução/internet)

Quem mora ou já morou com amigos aprendeu que pode ser um negócio bem complicado. Então, quando a questão é trabalhar ou não com seu melhor amigo, a pressão é muito maior.

Então você deve trabalhar com um amigo? O conselho usual é mais ou menos assim:

Não, nunca. E… esse é o fim deste artigo.

Peguei vocês. Se há uma coisa em que podemos concordar, o mundo do trabalho parece muito diferente do que era quando nossos pais ou avós compartilhavam aquele pequeno pedaço de sabedoria um com o outro.

Atualmente, trocamos cubículos por empreendimentos empresariais e horas de expediente por reuniões em cafeterias. Portanto, não é surpreendente que toda essa coisa de amigos como colegas de trabalho tenha se tornado uma espécie de tendência.

ANÚNCIO

Resposta curta: Sim

Por quê? Porque embarcar em um empreendimento comercial com um amigo pode realmente melhorar suas chances de sucesso e inovação. Vocês dois já construíram um relacionamento baseado em experiências compartilhadas, confiança e paixões mútuas. Isso é muito mais difícil de fazer no local de trabalho do que você pensa.

Estudos recentes mostram que passamos menos tempo fazendo amigos no trabalho do que as gerações anteriores.

Embora não seja totalmente claro o por que, não há dúvida de que nos tornamos cada vez mais dedicados às telas de nossos computadores e menos apaixonados pelas pausas para bebedouros e bate-papos para almoçar, necessários para construir um ambiente forte e relacionamentos duradouros.

E essa falta de engajamento pessoal não é boa para ninguém.

O colunista do New York Times, Adam Grant, destacou:

“Podemos estar subestimando o impacto das amizades no local de trabalho sobre nossa felicidade – e nossa eficácia. Os empregos são mais satisfatórios quando oferecem oportunidades de fazer amizades. A pesquisa mostra que grupos de amigos superam grupos de conhecidos tanto na tomada de decisões quanto nas tarefas de esforço.”

A resposta mais longa: Sim, mas só se você estiver disposto a ficar um pouco desconfortável

Uma vez que as pessoas estão achando cada vez mais difícil fazer amigos no trabalho, parece lógico que criar um trabalho com amigos seria uma ótima resposta para a crise pessoal, mas profissional que está ocorrendo em nossos escritórios.

Mas para cada história de sucesso sobre amigos que trabalham juntos, existem contos de fracasso total e absoluto. Um passo em falso e você pode perder uma amizade para sempre. Desolado.

A maior preocupação ao trabalhar com ou para amigos é basicamente a mesma que afeta todos os relacionamentos sérios: comunicação e limites.

Você pode pensar que você e seu melhor amigo são grandes comunicadores. Talvez vocês dois sejam tão próximos que terminam as frases um do outro. Pode ainda se tornar indescritivelmente complicado.

Veja também: Descubra como procurar emprego no Google

O efeito sobremesa

Lembra daquele colega de quarto que comia todas as sobremesas que você gosta, mas só comprava das que você odeia? Isso não está certo.

O incidente sobremesa (e outros semelhantes) demonstra duas falhas de comunicação principais e comuns:

  • Você não conseguiu definir regras claras para a dinâmica, ou seja, “sobremesas e lanches não são mantimentos compartilhados. Cada um de nós vai comprar o seu”;
  • Você provavelmente falhou em trazer o problema à tona quando aconteceu pela primeira, segunda ou mesmo terceira vez, deixando-o apodrecer até que você se pegasse escrevendo sobre ele sete anos depois.

Substitua a palavra “sobremesa” por “empréstimo bancário” e você tem um grande desastre em suas mãos.

Portanto, trabalhe com seus amigos apenas se estiver disposto a ficar um pouco estranho. Não há espaço na dinâmica para comportamento passivo-agressivo, deixar as coisas deslizarem ou ferir sentimentos.

Se você está insatisfeito com o trabalho que os dois estão fazendo, precisa se manifestar. Cedo, imediatamente, frequentemente, sempre.

O jogo de poder

E isso nos leva ao que talvez seja o elemento mais preocupante de todos: a dinâmica do poder.

Se estiver pensando em trabalhar com um amigo em um projeto em que assumirá funções iguais, você precisará atribuir responsabilidades claras para que um amigo não acabe pisando no pé do outro.

Multiplique esse processo por dez se você concordar em trabalhar para um amigo. Você pode estar em pé de igualdade quando sai para beber ou dividir a conta de um restaurante, mas se concordar em trabalhar para ele, essa dinâmica não terá lugar no escritório.

No final das contas, não importa o quanto ele ouça seus conselhos ou ideias, ele é quem comanda – e toma as decisões finais. Se você quer fazer o trabalho com amigos funcionar, você vai ter que abrir mão dessa coisa toda do orgulho.

Conclusão

Os benefícios de trabalhar com amigos são indescritíveis. Você está entrando em um escritório com um senso de propósito e paixão compartilhados, sabe que seu colega está te protegendo e você pode se empurrar de maneiras que a maioria das dinâmicas de trabalho formal não permite.

Apenas se certifique de tornar a comunicação sua prioridade. Afinal, se você valoriza a sua amizade, vale a pena fazer um trabalho extra, certo?

Traduzido e adaptado por equipe Vagas Liste

Fonte: Career Contessa

ANÚNCIO