10 áreas para trabalhar com moda

Você vai cometer um grande erro se achar que quem faz moda só pode criar peças para lojas de roupas. Na verdade, a área de moda é muito extensa e permite com que muitos profissionais atuam juntos e em várias posições.

Por exemplo, dá para ser comprador de moda, produzir roupas, ajudar as pessoas a se vestirem melhor, ser o engenheiro por trás das confecções, diretor, consultor, fotografo e muito mais. A gente fez um texto bem legal citando 10 áreas possíveis dentro da moda.

ANÚNCIO
10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

1 – Produção de Moda

A gente vai começar com a produção de moda, que talvez seja a mais conhecida de todas. Os profissionais atuam em eventos da moda. Isto é, em desfiles, campanhas publicitárias, ensaios fotográficos, editoriais e ações ou lançamentos de coleções de qualquer modo ou meio.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, a ideia é unir produtores, personagens, fotógrafos, editores e todo mundo em um contexto que a produção saia como o previsto ou pelo menos que tenha um bom resultado final. É preciso ser muito organizado e eficiente para trabalhar nessa área.

Sem contar que montar uma boa equipe pode ser o diferencial. É um tipo de trabalho que permite mais flexibilidade na atuação, só que é um dos mais estressantes também. Afinal, fazer com que tudo saia como o planejado nem sempre é fácil.

2 – Fashion Designer

No Brasil, o mais comum é falar sobre estilismo. Mas, no mundo, o nome mais usado é “fashion designer”. O que importa é que estamos falando do mesmo profissional da moda. Para quem não entendeu ainda, procure sobre “Stella McCartney” e “Alexandre Herchcovitch”.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Eles são referências nesses papéis e provam que dá para trabalhar com moda e ganhar muito dinheiro, viu. São eles que criam as peças que serão usadas pelas celebridades em grandes eventos mundiais, seja no Oscar ou nas passarelas.

A ideia final do profissional é a de identificar o que é tendência para o momento. Depois, é preciso desenhar as coleções temáticas, considerando as estações. E acompanha um processo complexo, de produtos, nichos. Mas, talvez seja o trabalho mais reconhecido da moda.

3 – Personal Stylist

Na tradução mais simples para o nosso português, temos aqui o consultor. Sim, consultor em moda é uma profissão que está em alta, seja porque eles aparecem nas revistas eletrônicas, nos programas de TV por assinatura ou na “cola” de famosos.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

O que ele faz é nada mais do que ajudar as pessoas a se vestirem de modo “crítico”. Logo, é preciso ter mais do que opinião e sim conhecimento. O consultor de moda de sucesso é aquele que sabe fazer mais com menos, entende?

Ele combina peças sem ter que fazer novas compras. Além disso, ele respeita e entende o corpo da pessoa, o estilo da pessoa, a situação de cada pessoa e evento. É um dos cargos que tendem a ganhar ainda mais importância no futuro.

4 – Direção de Arte

Como assim, direção de arte? É isso mesmo que você leu, amigo. O diretor de arte ou stylist é aquela pessoa que vai dar a cara na nova coleção. Ou seja, sempre tem o nome estampado nas coleções que são sucesso no Brasil e no mundo.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Ele escolhe também como as roupas irão a público, organizando campanhas, catálogos, eventos, editorais, desfiles e tudo mais que tem a ver com aquele momento. De um modo geral, é um cargo que fica acima de vários outros, sendo que a decisão final é dele.

Curiosamente, hoje em dia, o profissional tem se adaptado a novos meios e funções. Por exemplo, ele pode ser um diretor criativo de moda, ao passo que passa a ter papel importante na hora de criar peças que combinem com os temas atuais do mundo.

5 – Cool Hunter

Mais um dos nomes que pouca gente conhece porque é estrangeiro. Mas, você vai entender rapidamente quando a gente explicar o que faz o coolhunter. É o profissional que traduz o que há de melhor nas macrotendências e traz isso para as empresas.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, através de pesquisas, entrevistas, ensaios, estudos, o profissional deve considerar os comportamentos de consumo das pessoas daquele público especifico para conseguir encontrar as melhores tendências em tecidos, fios, estampas, etc. 

É comum que o profissional trabalhe diretamente para uma marca de roupas. No entanto, também dá para ser um prestador de serviços e atuar como um consultor de moda. 

6 – Comprador de Marca

Esse tópico está bem aqui, no centro do texto e por um motivo impressionante. É uma das profissionais mais desejadas e, ao mesmo tempo, mais difíceis de se alcançar. Calma que a gente vai explicar isso melhor.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

A carreira permite que o profissional faça a compra de matérias-primas que serão usadas como tecidos, aviamentos, botões e outros itens na fabricação das peças. Isso parece simples e até mesmo motivador do ponto de vista da independência.

No entanto, saiba que quando aparece a parte mais burocrática é que surge o problema: encontrar bons fornecedores, negociar valores e prazos de entrega é algo muito mais administrativo do que muita gente pensa. 

7 – Visual Merchandising

Aqui nós também temos um viés mais comercial para a área de moda. Nesse caso, o profissional é aquele que vai atuar em pontos de venda, na qual o objetivo passa a ser o de criar estratégias para melhorar a experiência do consumidor dentro de um lugar, uma loja. 

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Basicamente, é esse profissional que tem que arrumar as vitrines, deixando-as mais atrativas para o público. Isso pode ser feito a partir da escolha de bons lugares para exposição de determinados produtos ou da combinação de peças.

Obviamente, no Brasil, os vendedores fazem esse trabalho. Porém, são poucos que possuem esse conhecimento em moda, o que acaba prejudicando a composição da loja ou causando problemas na hora de chegar ao perfil dos clientes, a partir das coleções mais atuais.

8 – Engenheiro Têxtil

Está aqui uma das profissões da moda que pouca gente conhece. Então, vamos lá, o engenheiro têxtil é aquele que faz parte da equipe de pré-produção de uma coleção. Desse modo, é responsável por identificar o melhor tecido para ser usado na confecção.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, observa ainda a durabilidade do tecido, a gramatura, o caimento e muito mais. A ideia você sabe: criar uma peça ou uma coleção perfeita – ou o mais perto disso. Assim, achar o tecido ideal ou criar o próprio fio é um tipo de trabalho que exige muito conhecimento.

Por outro lado, uma das dificuldades está em encontrar faculdades com esse curso. Assim, o que acontece é que muita gente opta por fazer engenharias mais tradicionais e depois se especializar na moda. Mas, há engenharia têxtil sim, como na UEM, na UFRN, na UFSC e FEI.

9 – Fotografia da Moda

Na verdade, essa é outra área que pode ter o conhecimento em moda como diferencial. Porém, não existe um curso de graduação de fotografia de moda, por exemplo. Mas, quem é fotografo pode se especializar nesse tipo de imagem, que é diferente de outras.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Além da parte técnica e teórica, sobre as fotos, o profissional deve ter conhecimento sobre o senso estético, a sensibilidade e um olhar mais atento para o que é importante em cada detalhe da moda. É nessa hora que se faz diferença para criar os melhores cenários e ângulos.

Um dos pontos negativos, porém, é que a maioria dos fotógrafos trabalham por conta própria, sendo que o trabalho pode sofrer muito com a oscilação do mercado. Logo, uma boa ideia seria buscar oportunidades em revistas e catálogos da área.

10 – Carreira Acadêmica

Se você avaliou todas as opções acima, porém, não se encantou com nenhuma delas pode ser que o seu viés esteja mais focado na educação e na didática. Se esse é o seu caso, com certeza, a área acadêmica pode ser viável – até mesmo porque tem ótimos resultados financeiros.

10 áreas para trabalhar com moda
Foto: (reprodução/internet)

Para se ter uma ideia disso, um professor acadêmico, de cursos de graduação ou pós-graduação, pode ganhar um dos melhores salários entre os profissionais da educação. Isso porque o pagamento é por aula dada e conforme o nível de experiência, ele ganha mais. 

Para isso, no entanto, saiba que você tem que gostar de preparar o material didático, orientar alunos, promover campanhas e conhecimento, aplicar provas, desenvolver trabalhos práticos, esclarecer dúvidas e muito mais. É uma carreira que exige especialização e didática.

Como e onde estudar moda?

A verdade é que você pode buscar por vários cursos de moda. Por exemplo, tem aqueles que são livres e até mesmo gratuitos. No entanto, eles não dão diploma para você fazer as tarefas do mercado de trabalho. Então, uma boa ideia é pensar na graduação mesmo. 

  • Universidade Federal do Ceará;
  • Universidade Federal de Minas Gerais;
  • Universidade Estadual de Londrina;
  • Universidade de Blumenau;
  • Fundação Armando Alvares Penteado;
  • Estácio de Sá;
  • Universidade de São Paulo;
  • Universidade Anhembi Morumbi.

Atualmente, um dos cursos mais procurados da área é a de design de moda. Fora isso, tem o bacharelado em moda, o de engenharia têxtil que já citamos aqui, além de design de produto, entre outros. Na listagem acima, a gente cita as melhores faculdades que oferecem o curso.

ANÚNCIO