Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos

O curso de piloto agrícola é muito buscado entre as pessoas que buscam a carreira de piloto de avião. O motivo é que é uma das profissões que mais pagam bem entre os pilotos. No entanto, para se tornar um profissional especializado é preciso fazer, ao menos, 3 cursos.

A gente vai contar sobre cada um dos cursos abaixo. No entanto, é bacana saber que após o investimento inicial, acredita-se que em 2 anos ou 3 anos de trabalho nesse cargo, o profissional já consegue pagar o valor que foi investido. O salário anual dele é de R$ 120 mil – na média. Saiba tudo.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

A pulverização de plantações hoje em dia

Antes de falar do profissional e do curso, vamos considerar aqui o trabalho dele. Isso porque a pulverização em plantações é o foco do piloto agrícola. E isso traz muitas vantagens para os fazendeiros e donos de terra do país todo.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

O motivo é simples e fácil de ser explicado: enquanto que um avião consegue fazer uma aplicação de 90 hectares em uma hora, os tratores, até mesmo os mais modernos, só conseguem fazer o serviço em apenas 25 hectares. Isto dá quase 25% do total.

Então, estamos falando sobre praticidade, agilidade e custo-benefício. Sem contar que há estudos que dizem que os tratores, devido aos pneus robustos, destroem mais do que 1% da lavoura em cada aplicação que é feita. Logo, é prejuízo.

O mercado de trabalho do piloto agrícola

Para se tornar um piloto de avião agrícola, todo mundo precisa passar pelo curso de piloto privado e comercial. Depois do curso vem as provas da Agência Nacional de Avião Civil (Anac). Tem também prova do Ministério da Agricultura e o curso de aulas práticas com 400 horas.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Nesses horas-aulas, considere que em 3 anos, os alunos vão aprender técnicas e teorias sobre toxicologia e sobre meteorologia. É por isso que para ser piloto de avião agrícola, mais do que gostar de pilotar, é preciso também gostar da área rural e seus desafios.

Por outro lado, apesar de parecer ser extenso, o curso forma pessoas que podem seguir carreiras em um mercado com atividade em expansão o tempo todo.

Os dados do Brasil

Por aqui, se há mais de 1.200 pilotos agrícolas com licença para trabalhar, considere que há mercado para novos profissionais. Afinal, o número de aeronaves que podem funcionar nessa área é bem maior, sendo de 1.500 cadastradas na Anac.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

O número coloca o Brasil na segunda posição entre as maiores frotas de aviões agrícolas do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, que possui um total de 10 mil. Isso explica porque esse é um ótimo mercado de trabalho, com vagas abertas o ano todo.

Para voar bem perto do solo em um avião como esse, você vai precisar de muito treinamento. Por isso, o curso é tão longo. De todo modo, se a gente considerar uma faculdade, ele não é tão longo assim já que no curso de piloto agrícola, a pessoa se forma em 3 anos.

A atuação do piloto agrícola

O piloto formado vai poder trabalhar conforme as regras que existem. Por exemplo, ele poderá fazer a pulverização do lugar somente em áreas até 500 metros de distância dos locais que são povoados ou de mananciais de água potável para abastecimento.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Essa é uma das regras do Ministério da Agricultura. E tem mais uma coisa: desde 2010, as empresas de aviação agrícola precisam considerar que não é em todo lugar que uma aeronave como essa pode ser lavada e descontaminada.

A profissão do aviador agrícola ou do piloto agrícola existe desde 1969 e foi regulamentada através do Decreto 86.765 do ano de 1981. Por isso, os profissionais possuem licenças, que vem do Ministério da Agricultura, para trabalhar e seguir carreira.

Como se tornar um piloto agrícola

Para se tornar um piloto agrícola você tem que ter uma licença de piloto comercial antes. Assim, em todo curso de piloto agrícola que você encontrar lá vai estar o seguinte requisito: “ser portador da licença de piloto comercial”.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

E também tem o “ter no mínimo 500 horas de voo sendo ao menos 100 em aeronaves convencionais”. E para ter o curso de piloto comercial é preciso ter o curso de piloto privado. Logo, esse é o primeiro requisito. Então, vamos falar do curso de piloto comercial antes. Bora?

1º passo – Curso de Piloto Privado

Todo mundo que quer se tornar piloto de avião um dia vai acabar fazendo o curso de piloto privado. Portanto, ele é um ponto de partida para quem tem esse sonho. O aluno estará apto para pilotar aviões monomotores. Ele tem a parte teórica e as provas da Anac.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Depois da prova, o aluno faz a parte prática. Como é o primeiro passo a ser dado, ele não exige requisitos como experiências com pilotagens de avião. No entanto, é preciso ter mais de 18 anos completos, o 2º grau completo e ter o Exame Médico (CMA) de 2ª classe.

Já para fazer a parte prática, você terá que ter o CCT, que é o Certificado de Conhecimentos Técnicos de Piloto Privado.

2º passo – Curso de Piloto Comercial

Esse curso é uma espécie de primeiro passo para quem quer se tornar um piloto profissional em várias áreas. Ele oferece treinamento teórico e prático para que piloto possa pilotar com segurança durante os próximos anos da sua carreira.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Na maioria dos cursos, o estudante acaba fazendo outros cursos também, como de pilotagem de multimotor e de voo por instrumentos.

Para fazer esse curso é preciso ter 18 anos de idade, o 2º grau completo (atualmente, chamado de ensino médio), ser portador do Curso de Piloto Privado e ter feito o Exame Médico de 1ª Classe.

3º passo – Curso de Piloto Agrícola

Após esses dois primeiros passos (curso de piloto privado e de piloto comercial) é que dá para se especializar no Curso de Piloto Agrícola. Ele é ideal para quem quer trabalhar de forma autônoma ou em empresas de aplicação de produtos químicos na área agrícola.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Depois do curso, algumas pessoas ainda optam por fazer novas especializações, como no combate a incêndios florestais ou acabam indo para a aviação executiva. Para fazer esse curso é preciso ter a licença de piloto comercial e as horas de voo (500 pelo menos).

Apesar da parte teórica, esse é um curso bem mais focado na prática, sendo que são 31 horas de voo, a maioria é de treinamento avançado e outra parte de treinamento básico.

E a faculdade de Aviação Civil

Essa também é uma boa opção para quem quer se especializar. No entanto, note que ela não é obrigatória para quem quer ser piloto de avião. Porém, pode ser um diferencial para quem quer concorrer a uma vaga no mercado de trabalho.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

O mesmo vale para cursos complementares e técnicos, como de “aviação civil e ciências aeronáuticas”. Os alunos também fazem um estudo teórico e recebem a licença de pilotos privados e de pilotos comerciais, porém, sem as horas de voo.

O curso é mais completo, com temas que fala até da prevenção de acidentes aéreos e o planejamento do tráfego aéreo. Ele dura 3 anos e tem mensalidades a partir de R$ 1,5 mil.

Qual é o custo dos cursos de piloto de avião?

Isso depende muito das horas aulas e também da empresa. No entanto, na internet, a gente encontrou a informação de que o curso todo, de piloto privado até o piloto comercial, pode custar entre R$ 90 mil e R$ 140 mil.

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Esse valor é o suficiente para conseguir a experiência mínima exigida pela Anac. E depois vem a especialização no curso de piloto agrícola, que não tem o valor informado pelas empresas. Apenas “sob consulta”.

De todo modo, ainda assim, essa é uma das profissões mais valorizadas no que diz respeito aos pilotos de aviões. Isso tudo encarece devido ao custo das aulas práticas, que são exigidas pela Anac. São 40 para piloto privado, 110 para piloto comercial e por aí vai.

O valor das aulas práticas

Um ponto bacana é saber que as aulas práticas podem custar bem mais do que se imagina. Ela é a que tem mais peso durante os gastos de um curso de piloto de avião. 

Curso de Piloto Agrícola – saiba como se tornar um piloto agrícola em 3 passos
Foto: (reprodução/internet)

Só para entender isso, saiba que uma aula em um avião Cessna 152 pode custar R$ 429 por hora de voo no Aeroclube de Campinas (SP). Enquanto isso, uma hora aula de um voo no Seneca I PA-24-200, que é um bimotor, no Aeroclube de São Paulo (SP) custa R$ 1,6 mil.

Qual é o salário do piloto agrícola

Apesar de ser um processo complexo e longo, com vários cursos, aulas teóricas e práticas, além das provas da Anac, o grande atrativo tem a ver com o salário alto. Conforme uma informação do Canal Rural, dá para ganhar até R$ 120 mil no ano

Ou seja, isso daria uma média salarial mensal de R$ 10 mil. O valor é comparado a um curso de graduação. Porém, o formado não tem salário tão alto. Por exemplo, a faculdade de administração sai em torno de R$ 100 mil e o salário desse profissional é na média de R$ 3 mil.