Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office

Talvez você seja uma daquelas pessoas que não acreditam muito em tendências, ou na tecnologia, e tudo bem com isso. No entanto, é inegável notar que muitas profissões podem ser praticadas no home office, ou seja, sem ter um escritório físico e corporativo.

Hoje, nós vamos falar sobre a ideia de advogado virtual. Ou melhor, de pessoas formadas nos cursos de graduação de Direito que podem atuar em home office ou qualquer lugar que não seja um escritório de advocacia. Se você não acredita, esse texto foi feito para você mesmo.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

O mercado de trabalho dos advogados

Mais uma observação que a gente pode fazer sem ter qualquer dúvida tem a ver com o mercado de trabalho dos advogados. Você tem alguma dúvida de que é um mercado bem cheio de profissionais e com uma concorrência bastante acirrada?

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

Isso tudo é ruim para quem acabou de se formar e ainda não tem uma boa cartela de clientes. Por outro lado, buscar formas alternativas e tendenciosas para atuar é legal. A saída, portanto, é pensar nesse novo formato, que é o do atendimento virtual.

Ah, mas dá mesmo para fazer um atendimento virtual entre advogado e cliente? Dá sim. A questão é outra: será que o advogado está preparado para isso? Abaixo, você vai ver como essa é uma possibilidade de conseguir mais clientes e se destacar no mercado atual.

As vantagens do home office para advogados

Só para que você anime um pouco mais, saiba que existem diversas vantagens ao se começar a trabalhar no home office enquanto advogado. Por exemplo, você tem a mão todas as informações que precisa, além de perder menos tempo com o deslocamento.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

Outra coisa é que dá para acompanhar todos os processos – e para isso existem programas e aplicativos que atualizam você sobre os casos nos tribunais, por exemplo. Tem ainda a questão da produtividade, que pode aumentar se você souber fazer a gestão do seu tempo.

O seu atendimento ao cliente pode ficar mais próximo, você consegue manter o recebimento dos honorários de forma eficaz e dá para economizar com o gasto de infraestrutura e de funcionários, já que eles também podem atuar no formato de home office.

O atendimento dos advogados à distância

Apesar de parecer novidade, saiba que não é. Há muitos casos e histórias que contam sobre atendimentos online e virtuais, como em casos de pessoas que moram longe uma das outras. Ou você acha que tem que viajar o Brasil todo para atender clientes? Nem sempre, amigo.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

O fato é que você precisa ter qualidade nesse atendimento. Esse talvez seja o grande desafio do mercado de advogados na internet. Em poucas palavras, você vai ver como é possível desbravar esse conceito de advocacia digital, que ainda é barrado por muitos profissionais.

E nessa primeira parte do texto, antes de falarmos até mesmo das vagas para advogados virtuais, vamos entender o que é preciso para que essa relação à distância exista e seja eficiente. Bora lá?

As ferramentas digitais

A primeira coisa é entender que tudo acontece através do uso das ferramentas digitais. Ou seja, não estamos falando sobre telefonemas, ok? O ideal é que você use a internet e os programas para conseguir clientes e fazer contato com eles.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, a webcan tem que ser boa qualidade – ou pelo menos, a câmera do celular. Além disso, é legal que se tenha um programa para gravar o bate-papo todo, afim de estudar o caso se for preciso no futuro. Outra coisa é sobre a gestão do seu trabalho.

No home office, as chances de a gente se perder no mundo das ferramentas digitais é grande. Por isso, recomenda-se que você tenha uma boa organização para separar a vida pessoal do seu trabalho, que pode acontecer no mesmo ambiente, inclusive.

O atendimento online

Usar as ferramentas digitais se faz necessário para esse atendimento online. Porém, como ele vai ser feito? Será por hora? Em qual período? Você também vai usar e-mail para o envio de documentos ou a nuvem? Tem microfones para aumentar a qualidade do som?

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

Na verdade, dá para usar até aplicativos de mensagens hoje em dia. E não estamos aqui para julgar o que é melhor para você e sim para dizer que há uma série de formas de deixar o seu atendimento mais profissional, mesmo no home office e mesmo a distância.

Se você não vai contar com uma equipe de trabalho, saiba que precisará fazer a parte do atendimento inicial, da prospecção de clientes e de todo acompanhamento. Isso é uma demanda grande, mas que pode ser feita. Há ainda a questão contábil, financeira, etc.

A convocação física

Também é importante saber que estamos falando sobre atendimentos online e isso não quer dizer que você não mais terá que ver o seu cliente pessoalmente. Ao contrário, possivelmente, vai chegar em determinada etapa do seu trabalho que esse contato deverá existir.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

Nesses momentos, é ideal que você esteja preparado para viagens, para reuniões presenciais, para encontros. É por isso que essa organização ao trabalhador no home office se faz tão importante. E sem falar que você tem que ter a sua vida pessoal também, claro.

Aliás, unindo essa questão física com a digital, um bom começo para quem ainda está indeciso é pensar em um home office que não é em casa e sim em coworking. Esses espaços são como pequenas salas compartilhadas, que também podem ser acessíveis para reuniões.

Os aplicativos para advogados virtuais

Já chegando no fim dessa parte inicial, considere que há diversos aplicativos, programas e ferramentas que devem fazer parte do seu dia a dia de trabalho home office. Por exemplo, o Google Drive se torna indispensável para salvar e arquivar documentos.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

Já com questão à parte financeira, saiba que temos três ótimas opções no mercado, como o Wave, o Organizze e a Conta Azul. Elas ajudam nessa gestão financeira empresarial sem ter que ser cara para o seu bolso. Já o Paymo e o Ballpark são para cronometrar atendimentos.

Isso vale para quem vai trabalhar por hora. Para ter uma boa relação com a equipe, atualmente, os programas mais suados são Flow e Trello. E os contatos, tanto com a equipe como com os clientes, podem ser feitos pelo Zoom ou pelo Appear.in, por exemplo.

Há vagas para advogados virtuais

E se você leu o texto até aqui, mas está um pouco desconfiado desse tipo de trabalho – ou melhor, desse formato de trabalho – saiba que há sim vagas para advogados virtuais. E você pode entrar agora mesmo no Indeed para comprovar isso.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

A gente trouxe aqui alguns exemplos, que você pode conferir. Há uma vaga nova para advogado home office em uma empresa de Porto Alegre (RS). O salário pago é de R$ 2.280 mensais e é preciso ter conhecimento em direito bancário.

Já o grupo Bras contrata em Brasília (DF) um advogado cível que pode trabalhar de casa por um tempo (emprego temporário). É preciso ter 5 anos de conhecimento na área. O mesmo grupo também tem vagas para advogados imobiliários, com salário de R$ 4 mil.

Mais vagas!

E se você continuar pesquisando nesse site, vai ver que ainda tem vagas para advogados plenos (no Grupo Boticário) para trabalhar home office. Tem para advogados júniores (na Sami), sendo que é preciso ter 2 anos de experiência em escritórios de advocacia.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

A Santos Brasil contrata advogado sênior, a Law Hunter contrata advogado societário, a BFBM Advogados contrata estagiário estratégico e há ainda mais um monte de vagas abertas para os advogados que podem trabalhar de casa.

Para você fazer novas buscas ou atualizar a sua busca, saiba que no Indeed nós digitamos “advogado home office” e obtemos todos esses resultados que acabamos de apresentar.

Ou você pode ser dono da própria advocacia virtual

Agora que você teve todas essas informações sobre o advogado virtual, será que você ainda vai continuar com aquela mentalidade de que isso é demais para o tradicionalismo da advocacia? Entenda que é uma forma muito mais autônoma para se trabalhar.

Advogado Virtual? Descubra como trabalhar como advogado de home office
Foto: (reprodução/internet)

E que pode ser rentável também. Aliás, se você não tem o interesse de trabalhar para empresas, como com base nas vagas que citamos acima, uma boa ideia pode ser pensar em ter a própria advocacia virtual. E fazer isso é mais simples do que você pensa.

Com alguns cuidados, você pode estar pisando em cima da sua advocacia virtual, quase que literalmente falando. Entenda.

Como criar uma advocacia virtual

Você não precisa ter um site inteiro ou um programa incrível no seu computador. Se você mantém uma boa rotina de trabalho e sabe usar as ferramentas digitais para atendimento, gestão e para fazer os seus processos, você já criou a sua advocacia virtual.

Ao mesmo tempo em que é simples, considere que isso também vai exigir de você muito profissionalismo, dinâmica, gestão, organização e concentração para não confundir o assunto com as suas tarefas pessoais. E se isso não for problema, você pode se dar bem na profissão.

Nota de responsabilidade: Antes de se candidatar a vagas de empregos, cursos ou certificações profissionais, consulte a página oficial da empresa ou instituição de ensino para atestar a veracidade das informações. O Facebook não se responsabiliza por quaisquer complicações ou contratempos que possam acontecer antes, durante ou depois dos respectivos processos seletivos apresentados.