Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem

Entre os principais cursos de engenharia do país, quase nunca você ouve falar sobre a engenharia têxtil, certo? O mais comum é a civil, a elétrica, a mecânica, a floresta, etc. Então, o que seria esse tipo de engenharia têxtil, onde o profissional atua e qual o salário dele?

Por ser um curso de engenharia, você já pode imaginar que há várias boas informações sobre ele, né. E isso é verdade. Inclusive, o que pouca gente sabe é que esse engenheiro não precisa trabalhar apenas com a indústria têxtil, mas sim em áreas como de transporte e agronegócio.

ANÚNCIO
Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem
Foto: (reprodução/internet)

Veja quais são os principais temas:

  • Como funciona o curso de engenharia têxtil;
  • Como está o mercado de trabalho;
  • Como fazer a graduação;
  • Como encontrar emprego na área.

O que é a engenharia têxtil

E vamos começar pelos pontos mais básicos e que causam mais dúvidas nas pessoas. Esse tipo de engenharia trabalha com processos e produtos têxteis, o que é óbvio. Logo, o profissional dessa faculdade aprende sobre temas destinados a essa área, também.

Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem
Foto: (reprodução/internet)

Entre eles: a fabricação de tecidos, que vai desde a transformação das fibras em fios até os acabamentos finais, que passam pelo tingimento e estamparia. E aí é que vem um dos segredos: a indústria têxtil atua com a confecção de roupas sim, mas não somente isso.

Ainda que a produção de artigos de vestuário seja um dos principais campos de atuação, o profissional pode atuar em outras demandas também, como na criação de produtos de alta tecnologia, na indústria automobilística, na indústria de alimentos, de construção, etc.

O que faz o engenheiro têxtil

Se a gente puder resumir esse tópico, pode-se dizer o profissional desenvolve produtos têxteis com certas características. Por exemplo, roupas anti-chamas, coletes a prova de balas, redes para criação de peixes, revestimentos para piscinas e assim por diante. 

É por isso que no curso de engenharia têxtil você vai lidar com temas de disciplinas básicas da química, da física e da matemática, como toda engenharia. Porém, há ainda temas que são mais específicos, como processos de tecelagem, fiação, malharia, processos produtivos, etc.

Agora, também é legal compreender que esse profissional não é mesmo que o projetista de máquinas têxteis, está bem? Embora, eles possuam conhecimentos parecidos, o foco do engenheiro está na criação de produtos têxteis e não máquinas. 

Como atuar no mercado de trabalho

Como mencionamos na introdução, você pode ter ficado curioso para saber mais sobre o campo de atuação desse profissional, não é verdade? Então, considere que sim, ele pode trabalhar com agronegócio, especialmente para criar coberturas e ambientação para cultivos.

Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem
Foto: (reprodução/internet)

Assim como pode atuar na construção civil, aplicando os produtos têxteis em solos, como impermeabilizadores de reservatórios, reforço de concreto e muito mais. Já no esporte, eles podem criar roupas de alta performance, como tecidos térmicos ou acessórios.

Na indústria automotiva, a atuação deles pode acontecer na criação de forros, isolamentos acústicos, cintos de segurança, tubos de admissão e muito mais. Tem ainda a área de transporte, com a criação de materiais usados no transporte de cargas, como esteiras e cintas.

Detalhes sobre o curso de engenharia têxtil

Acima, nós comentamos um pouco sobre o curso, mas não tudo. Leve em conta que estamos falando de um curso de nível superior, uma graduação, que leva 5 anos para terminar. Além das aulas teóricas, os alunos também têm atividades práticas e em laboratório.

No último ano, como é comum no Brasil, há o estágio obrigatório, além do Trabalho de Conclusão de Curso, o TCC. E vale lembrar que a grade curricular pode variar entre as instituições. No entanto, é comum que nos primeiros anos, os alunos tenham aulas de exatas.

Portanto, você vai ter temas como cálculos, geometrias, mecânicas, termodinâmica, eletricidade e muito mais. Sem contar com as matérias comuns da engenharia como resistência de materiais, elementos elétricos. E depois é que vem a maior parte, sendo focada na área.

Grade curricular da engenharia têxtil

Nesse caso, considere que se considerar os temas ligados ao desenvolvimento de produtos têxteis, é possível ter uma base que passa por controle de qualidade. Além de conhecer mais sobre fibras têxteis, confecções, tecidos técnicos, tecnologias, tratamentos de tecidos e outros assuntos.

Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem
Foto: (reprodução/internet)

Ainda como ponto estratégico do curso, a gente ainda pode ver assuntos ligados à gestão da produção, o que envolve a administração geral, a economia, a logística, a gestão de custos, o planejamento de produto, engenharia de qualidade, entre outros.

Agora, onde estudar o curso se existem poucas alternativas que oferecem esse tipo de graduação. A profissão é regulamentada por lei, no entanto, para ter o diploma reconhecido pelo MEC é preciso conhecer as opções e avaliar a que melhor atende às necessidades do interessado.

Onde estudar engenharia têxtil

É válido informar que após concluir a graduação, é necessário ter um registro profissional do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, o CREA, do seu estado para poder trabalhar de forma legal. Quanto às faculdades que atualmente possuem o curso de engenharia têxtil, confira as opções:

  • Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana Padre Sabóia de Medeiros (FEI)
  • Faculdade Senai-CETIQT

Um bom exemplo que pode ser citado aqui é da UTFPR. O curso dessa faculdade é de 10 períodos, isto é, 5 anos. E os períodos se dividem entre grades, que começa do desenho técnico e vai até o trabalho de conclusão de curso, no último período. 

Qual é o salário 

Já chegando ao fim do texto, não podemos deixar para trás é a informação sobre o salário desse profissional, certo? É bem provável que você esteja curioso para saber sobre isso. Então, vamos lá. 

Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem
Foto: (reprodução/internet)

Considere que a remuneração dos engenheiros no Brasil tem regulamentação do Conselho. Assim sendo, há alguma expectativa criada por ele. E essa expectativa é de 8,5 salários mínimos, o que daria algo equivalente a R$ 8,5 mil mensais para 8 horas de trabalho.

Mas, é preciso fazer outras contas também, como considerando a sua região de atuação, o porte da empresa e o seu tempo de experiência, além da carga horária. Assim, no Brasil, encontra-se salários para este profissional que parte de R$ 2 mil e vai até R$ 10 mil.

Dá para usar a nota do Enem para fazer o curso?

Para quem gostou do curso, mas quer tentar estudar de um modo gratuito, saiba que a maioria das universidades citadas aqui possuem convênios com o Governo. Assim, é possível utilizar as notas do Enem ou aderir aos programas de financiamento.

Um bom exemplo, nesse caso, é a Federal de Santa Catarina. A instituição abre novas 35 vagas todos os semestres e permite a entrada de participantes com a nota do Enem ou com a nota do próprio vestibular que eles fazem. O curso é um dos melhores do país, nota máxima no MEC.

Onde encontrar emprego de engenheiro têxtil

Considerando que o Brasil está entre os 5 países que mais produzem tecido no mundo, dá para imaginar que o mercado de trabalho oferece ótimas oportunidades para o engenheiro têxtil, não acha? E tanto é verdade que em uma rápida busca na internet dá para comprovar isso.

Graduação de Engenharia Têxtil? São poucas as faculdades que oferecem
Foto: (reprodução/internet)

Fora isso, somos o 4º maior produtor de vestuários do mundo, além de sermos o 1º colocado na lista da América Latina. O resultado é que o setor têxtil é responsável pela renda de quase 10 milhões de brasileiros, de forma direta e indireta. São mais de 25 mil empresas registradas.

Nessas empresas, o engenheiro tem papel fundamental para fazer com que a marca continue a criar e se expandindo, através da otimização dos processos dos tecidos. As oportunidades de emprego vão do Nordeste até o Sul do país, como em Pernambuco e Santa Catarina. 

Quem contrata

Hoje em dia, considere que todas as grandes empresas do setor contratam esse tipo de profissional. Em Santa Catarina, por exemplo, tem a Alterburg, que cria roupas de cama, mesa e banho e quase sempre está com vagas abertas para compor o quadro de funcionários. 

Depois, vem a Hering, que cria roupas. Além da Marisol e da Colcci e da Karsten. Nesses lugares, sempre há a possibilidade de se criar um plano de carreira, especialmente no assunto do desenvolvimento de produtos, na gestão empresarial ou na fiscalização. 

Use o LinkedIn a seu favor

O LinkedIn é uma das melhores opções para quem quer procurar vaga de emprego de engenheiro têxtil sem ter que sair de casa. Por lá, você encontra mais de 150 vagas disponíveis no país todo, sendo que mais de 30 delas foram publicadas recentemente. Veja algumas:

  • Revisor de Qualidade Têxtil na Betilha em São Paulo (SP)
  • Engenheiro de Processos na Poyry em Belo Horizonte (MG)
  • Engenheiro Têxtil para o Banco Nacional de Empregos em Colombo (PR)
  • Analista Têxtil para a Trendrh Consulting de Araquari (SC)

A maioria está no Sul, sendo no Paraná e em Santa Catarina. Mas, também há vagas em São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco. Uma curiosidade é que muitas vagas são nomeadas como “engenheiro de processos da indústria têxtil”, o que também pode ser equivalente. 

ANÚNCIO