Retomada de empregos ainda não acontecerá neste ano, diz secretário

Sim, a situação atual do mercado de trabalho está melhorando. Mas, a retomada dos empregos está acontecendo aos poucos e, parece que ainda vai demorar um pouco para se reestabelecer de vez. Diferente do que muitos pensavam, a melhora efetiva não acontecerá neste natal.

Essa é a conclusão que Adolfo Sachsida apresentou nesta quinta-feira. Sachsida atualmente é o secretário de política econômica do Ministério da Economia. Na manhã de ontem, o secretário esteve presente em um evento relacionado ao mercado financeiro. Além da conclusão, Adolfo falou um pouco sobre como ter um aumento consistente de brasileiros empregados.

empregos
Foto: (reprodução/internet)

Entenda mais sobre as perspectivas apresentadas por Adolfo Sachsida neste evento a seguir, na continuação deste artigo.

Situação dos empregos deve ser normalizada

Ontem, em São Paulo, aconteceu um evento que trata dos cenários macroeconômicos. O acontecimento foi parte de uma iniciativa do banco BTG Pactual. Na ocasião, o secretário de política econômica confirmou que a economia do Brasil já está tomando os passos devidos para a sua retomada efetiva.

No entanto, os empregos que estão sendo gerados nesta realidade ainda não suprem bem a necessidade. Além de não serem suficientes, Sachsida falou um pouco sobre este momento de prosperidade de empregos ainda não estar próximo de chegar. Ele disse que “o país está voltando passo a passo, mas infelizmente não é ainda neste Natal”.

Para que essa realidade seja revertida da maneira mais rápida possível, o secretário explicou que o governo está trabalhando nisso. Por exemplo, algumas medidas para que o empreendedorismo seja destravado no país já estão em andamento. Entre elas, não exigir as inspeções prévias mais de uma vez para que empreendimentos sejam iniciados.

Mais incentivos a empreendedores

Esse posicionamento já começou a acontecer desde a semana passada, quando Rogério Marinho, secretário da previdência, revogou a Norma Regulamentar 2. A NR2 está inserida na estrutura das regras de segurança de trabalho.

“Se você for abrir uma loja de roupa em um shopping, você vai ter que ter um certificado de risco biológico. O Rogério Marinho, com sua equipe, está acabando com isso.”

De acordo com o pensamento de Adolfo Sachsida, essa é uma forma de incentivar o empresário a expandir as suas operações e, consequentemente, ter mais funcionários.

FGTS e saque-aniversário

No evento, o representante do Ministério da Economia ainda falou um pouco sobre a última liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS. Segundo ele, a quantia liberada pode até parecer pouca para o trabalhador. Mas, esses 500 reais terão um grande impacto na economia do país, devido ao efeito sobre o consumo. Ele afirmou:

“Por exemplo, para o estado de São Paulo, 28 milhões de trabalhadores vão receber esse dinheiro, R$ 15 bilhões a mais na economia paulista. No Nordeste, 30% da população vai ser atingida pela distribuição do FGTS.”

Quando foi levantado o tema da opção do saque-aniversário, Sachsida continuou sendo positivo. De acordo com o secretário, essa quantia disponibilizada irá implicar diretamente na produtividade do Brasil.

Afinal, com a medida é viabilizado o saque de uma pequena quantia do dinheiro todo ano. Isso afeta na motivação do empregado em continuar na empresa que trabalha. Além disso, o patrão também terá um incentivo a mais para elevar a qualificação.