Ri Happy abre vagas de emprego exclusivamente para mães

Conseguir se encaixar em uma oportunidade de emprego é uma tarefa árdua para muitas pessoas. No entanto, ainda existem muitas discussões quanto ao papel da mulher no mercado de trabalho. Seja pela questão do gênero ou das preferências culturais, essa ainda é uma pauta que rende muita conversa.

Que é mais difícil para as mães voltarem a trabalhar após terem passado um tempo se dedicando ao seu filho, não há dúvidas. Mas, parece que a Ri Happy tem um olhar diferente sobre as mulheres que já são mães. Em Salvador, a loja de brinquedos abriu vagas de emprego para um cargo que tem como principal requisito a maternidade.

mães
Foto: (reprodução/internet)

Entenda mais sobre o espaço das mães no mercado e sobre esta vaga a seguir, na continuação deste artigo.

A mulher no mercado de trabalho

A presença da mulher no mercado de trabalho pode ser um fator de sucesso para o desenvolvimento do Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pela Organização Internacional do Trabalho – OIT, cerca de R$ 382 bilhões seriam acrescentados à economia do país com a atuação feminina. Porém, quando apurado os números de mulheres inseridas no mercado, existe uma desigualdade latente quando se trata de mães.

Um outro estudo, feito pela Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas, aponta dados importantes para esse contexto. As informações indicam que metade das funcionárias que utilizaram o benefício de licença-maternidade perdem seus empregos. A demissão acontece mais ou menos um ano depois do breve afastamento.

Na mesma apuração, é possível ver que menos da metade de mulheres que têm entre 25 e 44 anos e já são mães conseguiram permanecer em seus empregos. Porém, em contrapartida, 92 % dos funcionários do gênero masculino que se encontram na mesma realidade, continuam empregados.

É justamente neste contexto que a Ri Happy se propôs a fazer diferente.

Ri Happy cria vaga exclusiva para mães

A igualdade de gênero dentro do mercado de trabalho é algo que a Ri Happy leva a sério. Portanto, recentemente, a loja de brinquedos elaborou um novo cargo na empresa apenas para mães.

A nova função é chamada de Consultoria de Experiência Única (CEU) e visa trazer de volta a um trabalho aquelas que precisaram se dedicar à maternidade por algum tempo.
O trabalho de uma consultora de experiência é baseado justamente nas experiências que a funcionária teve durante a maternidade. Então, assuntos como enxoval, chá de fraldas e desenvolvimento do bebê poderão ser usados para auxiliar futuras mães.

Recentemente, foi aberto o processo seletivo para vagas de CEU na capital baiana, Salvador. Portanto, o prazo para se candidatar é até o dia 01 de agosto. A seleção é feita através da plataforma TAQE.

No processo pelo aplicativo, haverá um teste de português e também será necessário enviar um vídeo da candidata contando como foi sua experiência com a maternidade. No caso de o perfil ser aprovado, aí sim a entrevista presencial será marcada.

Renato Dias, CEO da TAQE, comenta sobre o processo seletivo:

“As primeiras vagas deste perfil foram abertas em São Paulo e Rio de Janeiro; recebemos mais de 5 mil inscrições. Em Salvador, acreditamos que a aderência será alta também”

E conclui:

“Muitas estão fora do mercado há algum tempo. Mesmo que não seja aprovada neste processo, o intuito também é para que ela se sinta preparada a retomar à busca por um novo emprego”