Novas indústrias na Zona Franca de Manaus deve gerar 3.545 vagas

O fim de 2018 não foi muito bom para a zona franca de Manaus. Na verdade, desde que Michel Temer assinou um decreto que viabilizava a redução do Imposto sobre Produto Industrializado de 20% para 4% as especulações não eram das melhores por lá.

Com isso, a PepsiCo foi uma das primeiras a anunciar sua saída. Então, com o encerramento das atividades, a empresa precisou realizar a demissão de seus funcionários. No entanto, hoje o presidente Bolsonaro irá fazer uma visita a Manaus para participar de uma reunião na zona franca.

Novas indústrias na Zona Franca de Manaus deve gerar 3.545 vagas
(foto: Divulgação/Suframa)

Continue a leitura deste artigo para entender mais da situação atual da zona livre de comércio. Veja também como a visita do presidente pode indicar a abertura de novas vagas de emprego.

Projetos para a zona franca estão parados

Cerca de 105 projetos para novas indústrias no Polo Industrial de Manaus estão encalhados atualmente. Muitos deles, no entanto, já estão contando com o aval do Conselho de Desenvolvimento do Amazonas, o Codam. A situação mais incômoda, é que essas iniciativas, apesar de já usufruírem de incentivos do ICMS, não conseguem usufruir dos incentivos tributários federais.

O vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo dos Santos pontuou sobre a situação. De acordo com a fala de Nelson, essa situação não é nada favorável ao desenvolvimento do Polo.

“É uma situação que não favorece o Polo Industrial de Manaus, no atual panorama econômico e político, de insegurança jurídica e instabilidade política. Ressalto que a SUFRAMA está fazendo de tudo para minimizar o problema e nenhuma empresa está produzindo sem incentivo. Estou otimista que devemos ter melhoras a partir da definição da reunião do CAS, aguardada para junho”

No entanto, diferente do que o vice-presidente esperava, junho chegou e a reunião do CAS não aconteceu. Essa reunião só será feita hoje, 25 de julho. Porém, para amenizar os danos do atraso, o presidente Bolsonaro estará presente e isso pode acelerar alguns processos.

Afinal, boa parte dos projetos que atualmente estão encalhados estão dependendo da autorização para PPBS. Os PPBS são os Processos Produtivos Básicos. De acordo com a SUFRAMA, cerca de 103 propostas estão aguardando esta aprovação da Esplanada dos Ministérios.

A visita do presidente ao polo industrial

Entre atrasos e adiamentos, hoje acontecerá a reunião do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus. Na reunião estarão presentes o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da economia, Paulo Guedes. Atualmente, Paulo Guedes é o presidente do CAS.

Hoje, a previsão é que em torno de 88 projetos industriais entrem em análise. Desse total, apenas 26 são de novas indústrias, os outros 62 são para expansão das que já atuam na zona. De acordo com o Ministério da Economia, o total das iniciativas soma 626,917 mil dólares em investimentos nos próximos três anos.

Mas, a grande expectativa mesmo é para os novos postos de trabalho que serão gerados. Cerca de 3.545 vagas de emprego serão abertas para o período e o faturamento das indústrias deve chegar aos 3.605 bilhões de dólares.