Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça

Quem se forma no curso de economia que é disponibilizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) pode seguir várias carreiras, como dentro da área de finanças, de políticas públicas, de economia socioambiental, na consultoria estratégias e muito mais.

E você já sabe que a FGV é uma das maiores escolas de negócios do país, né? Mas, pode ser que esteja com um pé atrás porque os cursos de graduação são caros, certo? A verdade é que há uma série de opções de bolsas de estudo para estudar de graça por lá. Descubra todas!

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

O curso de economia da FGV

O curso de economia da FGV, que é um dos mais interessantes do país, oferece quatro áreas de ensino focadas para o aluno, sendo engenharia financeira, microeconomia aplicada, macroeconomia aplicada ou economia política.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Dessa forma, o estudante que concluir as aulas pode ter certificação em duas áreas dessas, desde que curse todas as disciplinas obrigatórias. Conforme o MEC, Ministério da Cultura e Educação, esse é um dos melhores cursos de economia do país.

O corpo docente é muito qualificado e a metodologia de ensino é considerada inovadora. Abaixo, a gente vai falar mais dos motivos que as pessoas consideram na hora de escolher o curso de economia da FGV.

Por que escolher o curso de economia da FGV

São vários os motivos. Um deles é que a formação é sólida na área da matemática, assim, permite o conhecimento sobre modelos teóricos e econômicos. Tem ainda a questão do desenvolvimento do raciocínio lógico e abstrato, com análises e críticas.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Outro ponto positivo do curso tem a ver com a formação que tem uma base cultural e histórica forte, permitindo a compreensão de questões econômicas a partir dos contextos de cada região. Isso sem falar da experiência na prática.

Isso porque o curso tem uma grade que investe em experimentação, pesquisa, debate, jogos, exercícios, aulas em laboratório, projetos, estágios. Com uma estrutura bem dinâmica, o curso forma o profissional para atuar em várias áreas do mercado.

Por que o método de ensino da FGV é diferente

A própria FGV diz que o ambiente de aprendizagem moderno e dinâmico é que permite isso. Sendo assim, as disciplinas obrigatórias são ministradas através de uma técnica chamada PBL, que é Problem Based Learning. Isto é, são turmas com até 15 anos.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

E isso permite integrar mais os alunos. Depois, há de se considerar que eles podem focar em áreas de concentração, dando ênfase ao mercado que pretende atuar. Curiosamente, o aluno também pode optar por estudar mais um ano e se especializar em Data Science. 

E temos que falar da internacionalização do curso de economia da FGV, que tem parceria com várias instituições de outros países, como Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Suíça, Espanha, Inglaterra, Noruega, França, Holanda e outros lugares.

Sobre a especialização em Data Science

Considere que essa é uma opção nova, que diz que com mais 1 ano de estudo o aluno pode ter o título de pós-graduação em Data Science. O curso, no entanto, vale apenas para quem fez a graduação na EESP.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Assim, ele vai aprender, nessa nova grade curricular, sobre as técnicas de algoritmos e programação, além de machine learning, deep learning, reinforcement learning, processamento de linguagem natural e muito mais.

Os professores da graduação são renomados, como o Afonso de Campos Pinto, que é PhD em Ciência da Computação pela Imperial College London. E a Ana Luiza Aranha, que é Doutora em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Como estudar de graça na FGV no curso de economia

Já que nós estamos falando do curso de economia, então, vamos usar o exemplo dele para você entender como é feita a divisão das vagas e as opções gratuitas. Até mesmo porque dá para conseguir as bolsas de estudo de vários modos diferentes.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

A FGV diz que o curso de economia permite bolsas de estudo integrais ou parciais para os alunos que forem aprovados nos processos de seleção. Assim, são 120 vagas distribuídas entre as várias opções. Veja só.

São 85 vagas para quem passar no Vestibular da FGV. E há ainda 5 vagas para quem passa com base na nota do ENEM. Depois, tem 8 vagas abertas para quem se classifica nas Olimpíadas do Conhecimento. E tem ainda 22 vagas para quem faz Exames Internacionais e obtém sucesso.

Como funcionam os processos seletivos na FGV

Agora que você conhece as formas de estudar de graça na FGV, vamos explicar melhor como é a classificação de cada uma das opções. Bora? No Vestibular da FGV, há 10 bolsas integrais que vai para os 10 primeiros colocados no exame, no que é chamado de “bolsa por mérito”.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Depois, vem 2 bolsas para os primeiros colocados que se candidatam pelo exame do ENEM. A média final das provas tem que ser superior a 800 pontos. E tem 2 bolsas integrais para os primeiros colocados das Olimpíadas do Conhecimento, desde pontuação acima de 74 pontos.

E antes de terminar, saiba que vem as vagas para quem passa em exames internacionais, sendo 1 bolsa para BAC, outra para ABITUR, 10 para IB e mais 10 para SAT. Na dúvida sobre o sistema de seleção e classificação, você pode ler o edital da FGV.

Como se matricular no processo seletivo da FGV

Interessou no assunto e na chance de estudar gratuitamente na FGV, amigo? Então, vamos ver qual é o passo a passo para fazer a sua inscrição ou matrícula. Geralmente, os passos são os mesmos, mas a FGV tem outro edital que explica isso e você pode ler quando quiser.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

É comum que, após o resultado do vestibular, a pessoa consiga fazer a reserva da vaga na FGV, mostrando o interessando de estudar lá. Depois, há a emissão do boleto e uma pré-matrícula, que vem seguida do upload dos documentos pessoais.

Os últimos passos passam pela confirmação da matrícula, que é enviada por e-mail e seguida do início das aulas.

Como saber o resultado do vestibular na FGV

Para quem entendeu a ideia da matrícula, mas não sabe onde ver o resultado do processo seletivo do vestibular, saiba que também há páginas da FGV que mostram isso. Por exemplo, nesse ano, as inscrições estão encerradas, mas dá para consultar e ter uma ideia de como é.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

O vestibular de graduação em economia teve o acompanhamento do resultado, a verificação das notas, a lista de candidatos convocados e mais 6 chamadas para preenchimento das vagas. Considerando ainda a lista de espera e os modelos de procuração.

O mesmo vale para o processo seletivo do ENEM, que também tem uma página onde explica tudo, do edital até as chamadas, sendo que da última vez foram 4 até que todas as vagas fossem preenchidas.

Como estudar para as provas do vestibular FGV

Um fato curioso para quem não teve sucesso nesse ano ou para quem quer tentar pela primeira vez é que a FGV disponibiliza todas as suas últimas provas, desde 2016 e com o gabarito respondido no site.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Você pode baixar o arquivo e estudar a partir dele, sendo que esse estudo antecipado pode fazer a diferença para quando o dia da prova chegar. Os arquivos são todos disponibilizados em PDF e não tem custo para o interessado. 

Uma próxima curiosidade é que apesar de ser uma escola de economia e negócios muito interessante e conhecida, o número de candidatos por vagas não é o maior do país, sendo que são 14 concorrentes para cada vaga aberta.

O que é EESP FGV

Aqui a gente vai mencionar apenas uma curiosidade que muita gente tem. Saiba que a FGV possui várias escolas, como a EESP. O que isso quer dizer? Na teoria, nós temos Escola de Economia de São Paulo. Ou seja, é nessa área que entra o curso de economia da FGV.

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Outras escolas da FGV são: CPDOC (Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil), EBAPE (Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas), EMAp (Excelência em Matemática Aplicada), EPPG (Escola de Políticas Públicas do Governo).

E tem ainda a EAESP (Business Administration School of São Paulo), a EPGE (School of Economics Ranked, a Escola de Direito de SP e do Rio, além da RI (School of International Relations). 

Sobre a FGV

Para quem tem dúvidas sobre todo processo seletivo ou as vagas, considere que canal de comunicação mais usado é o telefone, sendo o 11-3799-7711 ou ainda o 0800-770-0423. O atendimento é feito de segunda à sexta das 9 horas até as 18 horas. 

Saiba como se inscrever online no Curso de Economia da FGV e estudar de graça
Foto: (reprodução/internet)

Ou você pode mandar um e-mail para “[email protected]” ou ainda tirar a dúvida no chat online, que é uma espécie de formulário que fica disponível no site da FGV

As melhores faculdades de economia do país

Em 2019 saiu um ranking, que foi feito pela RUF, que cita as melhores faculdades de economia do país. Assim, a USP ficou em primeiro lugar, seguida da Unicamp. E logo na sequência aparece a FGV-SP, que é a primeira escola particular da lista. 

A lista ainda segue por UFMG e UFRJ, seguidas da PUC-SP, que é outra faculdade particular. Fechando a lista com UFRGS, FGV-RIO (particular), UFPR e PUC-RIO (particular).