Jovem Aprendiz Itaú – Como se candidatar à vaga

ANÚNCIO

Se você procura o primeiro emprego, sabe que iniciar a sua carreira sem experiência, ainda mais na idade entre 16 e 22 anos, não é das tarefas mais simples que se tem aqui no Brasil.Só que hoje temos uma boa notícia: você pode conseguir o primeiro emprego, mesmo sem experiência, através do programa jovem aprendiz do Itaú.

Essa é uma oportunidade para atuar não apenas na Rede de Agências do Itaú, mas também para aprender uma profissão e estar inserido no mercado de trabalho. Além de receber salários e benefícios.

ANÚNCIO
Jovem Aprendiz Itaú
Foto: (reprodução/internet)

Neste post você vai encontrar o seguinte conteúdo:

  • Como funciona o Programa Jovem Aprendiz;
  • Qual é a remuneração;
  • Como se inscrever e cadastrar currículo no Banco Itaú;
  • Como montar seu currículo.

O que é Jovem Aprendiz?

É a partir da Lei 10.097, de 19 de dezembro de 2000, que existe o programa de Jovens Aprendizes no país. Ele surgiu com o intuito de promover a entrada de jovens estudantes no mercado de trabalho.

Jovem Aprendiz Itaú
Fonte: (Reprodução/Internet)

Atualmente, é considerado o principal programa que emprega jovens de todo o país e oportunidades de primeiro emprego e aprendizado à todos de forma igual e justa. Mensalmente, o Banco Itaú contrata em média 200 jovens, somando anualmente um número aproximado de 1.700 jovens aprendizes contratados.

No caso do Banco Itaú, o aprendiz atua próximo aos caixas eletrônicos ou hall de entrada. O profissional interage com o cliente para indicar o canal mais adequado à sua solicitação e dá suporte às atividades administrativas das mais diversas áreas do banco. E para isso, o banco paga e financia cursos profissionalizantes sem custos ao jovem.

Remuneração do jovem aprendiz

O Banco Itaú oferece como benefícios aos jovens aprendizes o vale refeição, vale transporte, seguro de vida, plano médico e odontológico, tudo sem descontar do salário. Além disso, o jovem realiza cursos onde aprende tudo sobre sua profissão.

ANÚNCIO

Geralmente, os cursos são feitos com instituições parceiras, como o Senac. As remunerações podem chegar a uma média de R$ 1.093 mensais para jovens participantes do programa jovem aprendiz.

Qual é o horário de trabalho?

No contrato de jovem aprendiz, seja no Banco Itaú ou em qualquer outra instituição, deve constar a jornada de trabalho. O período irá depender da escolaridade do estudante. Se o estudante estiver no ensino fundamental, seu horário não pode ser superior a seis horas por dia. 

Jovem Aprendiz Itaú
Fonte: (Reprodução/Internet)

Já o jovem aprendiz que está no ensino médio pode ter uma jornada de trabalho até oito horas diárias. No entanto, devem estar incluídos no seu período de trabalho as atividades teóricas conforme estiver previsto no programa de aprendizagem e no próprio contrato. 

Lembrando que devem ser computadas na jornada de trabalho o tempo de deslocamento entre os locais de prática e teoria. Ao jovem aprendiz é proibido fazer hora extra ou compensar hora. Bem como não é permitido o trabalho noturno, isto é entre 22h e 5h. Ainda, dos cinco dias da semana, um deve ser dedicado ao curso profissionalizante.

Quais são os direitos do jovem aprendiz

Assim como o trabalhador comum, o jovem aprendiz tem direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) só que com uma porcentagem reduzida, de 2%. Diferente do estagiário, ele deve receber o salário mínimo além de vale transporte, décimo terceiro e férias. 

No caso de férias, elas devem ser gozadas durante as férias escolares. Ou seja, o período deve coincidir. Assim como outros profissionais, o jovem aprendiz contribui para a Previdência Social, logo, tem direito ao INSS. Consequentemente, o período em que estiver exercendo a função computa para a aposentadoria.

Como fazer um currículo de jovem aprendiz

Antes de falarmos sobre como concorrer a vaga de jovem aprendiz no Itaú, é válido saber algumas estratégias para montar seu currículo. Sabe aquela ficha certeira que chama a atenção do recrutador? Pois é, vamos te ensinar algumas dicas para tornar seu perfil profissional ainda mais interessante.

Jovem Aprendiz Itaú
Fonte: (Reprodução/Internet)

Algumas informações não podem deixar de serem colocadas no seu currículo como por exemplo a escolaridade. Afinal, é um dos requisitos principais para se encaixar como jovem aprendiz. Por tanto, coloque sua escolaridade atualizada.

Não se esqueça de informar o nome da instituição de ensino que está matriculado. Caso esteja no ensino superior, acrescente qual o curso está fazendo e qual o semestre. No currículo também não pode faltar o objetivo pelo qual está participando do processo seletivo, que no caso é se tornar um jovem aprendiz. 

O que colocar nos objetivos 

Além disso, coloque nos objetivos quais são suas expectativas caso seja aceito como jovem aprendiz na empresa. No caso do Banco Itaú, informe quais são suas metas ao entrar na instituição.

Lembre-se de informar corretamente, inclusive se atentando a gramática. Cometer erros de português no currículo podem te desclassificar ou gerar um desinteresse no recrutador em selecioná-lo para as próximas fases. 

Dicas para melhorar sua ficha profissional

Demos algumas dicas básicas para o currículo. Agora vamos falar sobre como “dar um up” na sua ficha profissional, tornando-a única. A primeira forma de chamar atenção do recrutador é informando cursos e certificações, caso tenha. 

Jovem Aprendiz Itaú
Fonte: (Reprodução/Internet)

Fale um pouco sobre os cursos complementares que tenha feito, citando também a instituição. Ainda, aborde se participou de palestras e quais aprendizados suas experiências lhe trouxeram. 

O fato de atividades voltadas para o ensino serem citadas no seu currículo pode ajudar na hora de ir para próximas etapas do processo seletivo. Isso porque o programa de aprendizagem é voltado exatamente para o público que deseja aprender com a experiência profissional. 

Cuidado com informações

Se esse for o seu primeiro currículo, tenha cuidado com as informações que serão colocadas. Afinal, esse é a apresentação escrita do seu perfil profissional. Logo, fique de olho nas datas de cursos, nomes de instituições, etc. 

Trabalhe bem em cima do seu currículo,  pois essa será a primeira impressão da empresa sobre você. Também, não corra o risco de informar dados falsos no currículo. Além de sujar a imagem e a reputação do candidato, corre o risco dele não conseguir nenhum outro emprego tão cedo. 

Concorrendo a uma vaga de jovem aprendiz no Itaú

Para concorrer a uma vaga no programa jovem aprendiz do Itaú é necessário preencher alguns pré requisitos, como, ter entre 16 e 22 anos de idade. Além disso, é preciso estar cursando ou ter concluído o ensino médio de ensino, preferencialmente na rede pública e principalmente ter disposição e vontade de aprender.

Jovem Aprendiz Itaú
Fonte: (Reprodução/Site do Itaú)

Por fim, nunca ter trabalhado antes também é necessário para estar dentro dos requisitos fundamentais para o cadastro no programa. Até a contratação, o candidato passa por etapas de seleção do currículo, entrevista dinâmica em grupo e entrevista individual.

É válido informar que no Banco Itaú, o jovem aprendiz tem acesso aos benefícios como vale-refeição, vale-transporte sem descontos, seguro de vida, assistência médica e odontológica e política salarial diferenciada.

Passos para cadastrar currículo

Para cadastrar o currículo, acesse aqui. Na hora de fazer o cadastro online, você será direcionado para o site 99jobs.com, que é parceiro do banco nesse processo de candidatura. Aí, você efetua o login e encontre a vaga correspondente ao programa jovem aprendiz.

Se não tiver login, pode criar um gratuitamente. Depois dessa etapa, é só colocar seus dados pessoais, anexar seu currículo e aguarde ser chamado caso o banco tenha interesse em seu perfil.

Nesse caso, você será chamado para entrevista em grupo e depois novamente para outra entrevista, dessa vez individual ou em grupo em forma de dinâmica e interação entre os candidatos.

Trabalhar no Itaú é bom?

Essa pergunta só quem trabalhou ou trabalha no banco consegue responder. De acordo com a plataforma Glassdoor, o salário de jovem aprendiz no Itaú é em média de R$ 1.093. A instituição oferece participação nos lucros, bônus em dinheiro e em ações. 

Jovem Aprendiz Itaú
Fonte: (Reprodução/Internet)

Essa estimativa é baseada em mais de 200 relatórios de salários do cargo fornecidos de forma sigilosa ao site pelos próprios funcionários ou conforme estatísticas. No Glassdoor, o Itaú está com a pontuação 4,5 estrelas.

Nos comentários, alguns funcionários elogiaram a cobertura do plano, o vale-refeição e o vale-transporte sem descontos oferecido pela empresa. Já na plataforma Catho, alguns profissionais informaram que o nível de cobrança é altíssimo e que são poucos funcionários por agência.

Oportunidade de crescer na empresa

A maioria das vezes quem entra como jovem aprendiz em uma empresa almeja crescer lá dentro. Existe a possibilidade do empregador efetivar o funcionário após o fim do contrato de aprendizagem, seguindo outros processos.

No entanto, identificamos algumas críticas sobre a oportunidade de se desenvolver no Banco Itaú. Um ex-funcionário, morador de São Paulo, declarou que apesar da instituição oferecer uma boa estrutura e um ambiente de trabalho agradável, ela não dispõe possibilidades de crescimento.

Segundo o ex-empregado, o fato do banco ser dividido em diversas áreas acaba limitando o plano de carreira. Assim, dificilmente alguém consegue mudar para o setor que corresponde à sua formação. 

Estudantes do ensino superior podem ser jovem aprendiz?

Por fim, vamos sanar uma dúvida que muita gente tem a respeito do programa de aprendizagem. A verdade é que essa iniciativa não é voltada apenas para jovens que estão cursando ensino fundamental ou ensino médio. 

Isso significa que os estudantes que cursam ensino superior podem participar do jovem aprendiz. Na lei não existe qualquer vedação quanto à participação desse público. Só é necessário atender as demais condições do programa. 

ANÚNCIO