Jornada de 12 horas semanais: entenda o futuro do trabalho

Quando o assunto é mercado de trabalho e a as suas regulamentações, pode sentar e esperar que por aí vem discórdia. Um dos pontos de grande discussão nos dias atuais, é o da jornada de trabalho. Quantas horas são necessárias? E quantos dias por semana?

Há quatro meses, Jack Ma (co-fundador do Alibaba) foi muito criticado por defender que os empregados trabalhem 12 horas por dia, durante 6 dias por semana. No entanto, ontem o executivo deu uma declaração totalmente diferente: no futuro, será necessário trabalhar apenas 12 horas por semana.

Isso causou muita polêmica porque é algo “absurdo” nos dias atuais, onde a carga horária semanal é de 35 horas. O mais interessante é a causa dessa redução drástica: nada menos que a tecnologia!

Jornada de 12 horas semanais: entenda o futuro do trabalho
Foto: (reprodução/internet)

Interessou? Continue a leitura deste artigo e entenda o porquê de Jack Ma ter se posicionado a favor desta curta jornada de trabalho.

Jornada reduzida pela tecnologia

Em Xangai, periodicamente, é realizada uma conferência para promover assuntos relacionados à Inteligência Artificial. Então, neste evento, vários empreendedores são convidados para mostrar as possibilidades positivas e negativas que o avanço da tecnologia pode trazer.

Um dos conferencistas da última edição, realizada nesta semana, foi Jack Ma, dono de uma das mentes brilhantes que criaram o Alibaba. A gigante chinesa é especializada em e-commerce, internet, tecnologia e varejo.

Com todo respaldo de sua experiência neste segmento rodeado por inovações tecnológicas, Jack Ma falou um pouco a respeito da jornada de trabalho do futuro. Para ele, a evolução será tão grande que o requisito da mão de obra humana deverá ser bastante reduzido, mas nunca dispensado.

A carga horária segundo Jack Ma

De acordo com a fala do executivo, o avanço das máquinas possibilitarão que os humanos trabalhem apenas 4 horas por dia e 3 dias por semana. Isso, portanto, só acontecerá com a devida evolução da Inteligência Artificial.

Jornada de 12 horas semanais: entenda o futuro do trabalho
Foto: (reprodução/internet)

“Nos próximos 10, 20 anos, todos os seres humanos, países e governos devem focar-se em reformar o sistema educativo, garantir que os nossos filhos encontram um emprego, com trabalho três vezes por semana, quatro horas por dia”.

A educação precisa ser atualizada

O executivo alerta ainda que, sem a realização das devidas mudanças por parte dos governos, a humanidade terá um grande problema a resolver. Segundo a compreensão de Jack Ma, o atual sistema educativo ainda está muito ligado ao período industrial, ou seja, ultrapassado.

Atualmente, o que se prega muito nas instituições de ensino é a necessidade em ser bom em tarefas repetitivas e que exigem uma boa capacidade de memorização. No entanto, tudo isso são coisas que com certeza as máquinas serão instruídas a fazer de uma maneira bem melhor.

Jornada de 12 horas semanais: entenda o futuro do trabalho
Foto: (reprodução/internet)

O que realmente vai fazer a diferença na atuação da mão de obra humana é a criatividade aguçada. Afinal, é muito difícil que as muitas linhas de código de programação deem capacidade e sensibilidade suficiente para que as máquinas sejam criativas tanto quanto os humanos podem ser. Dessa forma, o líder chinês prega que toda a formação educacional deve ser voltada para este aspecto criativo.

O trabalho na Alibaba

Há 4 meses, no entanto, uma declaração do executivo refletia um pensamento bastante diferente. Jack Ma chegou a defender que seria uma bênção para a atual geração de jovens poder trabalhar 12 horas por dia e 6 dias por semana.

“Se trabalhas na Alibaba tens de estar pronto para trabalhar 12 horas por dia. De outra forma porque é que vieste para a Alibaba? Não precisamos daqueles que trabalham confortavelmente durante oito horas”

Jornada de 12 horas semanais: entenda o futuro do trabalho
Foto: (reprodução/internet)

Na época, a fala rendeu muitas críticas. Com o momento de tensão, vários funcionários da Alibaba aproveitaram para se queixar de uma suposta jornada de trabalho muito longa. Porém, o líder chinês se posicionou e negou que tais excessos eram praticados em sua empresa.

Em sua justificativa, Jack esclareceu que essa jornada de trabalho com horas extras seria uma opção. Ou seja, se você for um empregado muito dedicado, com certeza optará por trabalhar mais a fim de trazer ganhos para a empresa. No entanto, ninguém seria obrigado.