Conheça as melhores estratégias para manter seu emprego

Infelizmente, as taxas de desemprego estão aumentando. Nesses tempos de crise, é necessário que os funcionários que ainda estão empregados se esforcem para permanecer no mercado. Um fato é que aqueles que se destacam diante dos outros profissionais têm grandes chances de subir de cargo e continuar progredindo na vida profissional. 

Os tempos difíceis chegam, principalmente para quem é empreendedor. Quando há a necessidade de demitir funcionários, nem tem como por a culpa sobre os donos de negócios. Por esse motivo, é importante implementar estratégias para ficar fora dessa zona de alerta e assegurar que você não será mais um na lista do desemprego. 

emprego
Foto: (reprodução/internet)

Listamos algumas dicas para utilizar no seu dia a dia profissional e garantir mais tempo de empresa. Afinal, todo bom funcionário quando se destaca tem seus méritos reconhecidos e conseguem evoluir tanto na carreira, quanto em conhecimento. Aproveite as dicas que separamos!

Estratégias para permanecer no emprego

1. Seja realista

É triste quando vivenciamos momentos de crise, principalmente quando percebemos que isso pode afetar não só no nosso cotidiano mas também no profissional. Por vezes, entramos em um instinto de negação, começamos a pensar que isso nunca vai acontecer conosco e nunca nos preparamos para isso, o que não deveria acontecer.

É importante sermos otimistas, isso é fundamental para o nosso crescimento. Porém, é necessário que sejamos realistas e conscientes de que tudo pode mudar repentinamente. Por isso, mantenha-se informado dos acontecimentos no mundo e descubra como isso pode ou não afetar sua vida profissional. Previna-se para não ser pego de surpresa.

2. Aumente a sua produtividade

Mantenha o foco e não se disperse no trabalho, faça cada minuto do seu dia ser útil no final das contas. Adiante-se nas demandas, busque por formas de otimizar a sua carga de trabalho e realizar os seus projetos de forma única e que só você poderia realizar. Estude a sua área, crie projetos ou estratégias que podem viabilizar os objetivos da empresa. 

3. Disponibilize-se

Em tempos difíceis, é importante e muito necessário que você seja indispensável para a empresa que trabalha. Aquele papo de que todos são substituíveis só é verdade se você não mostrar o seu valor na função que exerce. Torne-se a pessoa que todos desejariam contratar. Quem não é visto não é lembrado, nunca se esqueça dessa máxima. 

4. Seja positivo

Em meados de crise, é difícil pensar positivo, principalmente quando você visualiza tudo dando errado e não pode fazer nada. É nessas horas que o seu otimismo deve ser evidenciado.

Por esse motivo, não fique abalado pela situação atual, tente animar a equipe a se esforçar, dedicar e lutar para o crescimento. Comece a planejar possíveis projetos, que possam mudar a atual situação em que a empresa está vivendo. Uma ideia sua pode mudar todo o rumo do negócio. 

5. Networking

Atualmente, o networking tem sido uma valiosa moeda de troca e venda no mercado de trabalho. Mesmo que você esteja, de certa forma, seguro no mercado, não deixe de estabelecer contatos em seu ramo de atuação.

O Linkedin, por exemplo, pode ser uma boa ferramenta para criar conexões interpessoais. Além disso, busque conhecer profissionais de outras áreas que se relacionam com o seu emprego atual. Será possível acabar conhecendo uma futura área de trabalho em que deseja atuar ou conhecer mais. 

6. Conhecimentos nunca são demais

Qual foi a última vez que você atualizou o seu currículo? Seja com um curso online, workshop ou até mesmo uma palestra? Não se acostume com a vida atual. Busque por informações e conhecimentos que possam aprimorar as suas habilidades.

É fundamental estar um passo à frente da concorrência. Cada coisa nova que você aprende é uma nova janela de oportunidade que se abre.

7. Tenha sempre um plano B

Por mais que a situação esteja complicada, não desanime. Busque sempre por novas oportunidades, não se acomode com a rotina. Esteja preparado para tudo. Por isso, é importante estar com o currículo atualizado. Afinal, você não sabe do dia de amanhã e ser pego de surpresa não é a melhor opção. 

Ter um fundo de emergência pode te ajudar a buscar outras alternativas. Pode ser que você esteja se questionando, quais alternativas? Abrir um negócio por exemplo, que tal empreender em algum projeto que sempre quis tentar mas nunca teve coragem? Pois é, pode ser que valha a pena usufruir de novos caminhos para ter novas experiências.