Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas

Se tornar um diretor de comércio eletrônico, também chamado de gerente de e-commerce, se tornou um dos objetivos de vários trabalhadores atuais, que viram, na profissão em crescimento, uma oportunidade de se destacar dentro do mercado de trabalho, atuando de forma integrada aos processos tecnológicos e contando com uma boa remuneração para isso.

No entanto, nem todo mundo sabe o que é necessário para se tornar um profissional do cargo, além de também não estarem cientes das atribuições e salário da profissão. Se você está curioso para saber mais sobre como se tornar um diretor de comércio eletrônico, confira em nosso texto tudo o que precisa saber para atuar na área.

Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas
Foto: (reprodução/internet)

Em nosso artigo sobre o tema, será possível encontrar os seguintes tópicos sendo abordados:

  • O que faz um diretor de comércio eletrônico;
  • Média salarial do cargo;
  • Formação necessária para se tornar um gerente de e-commerce;
  • LinkedIn é um bom portal para encontrar vagas do cargo;
  • Como se cadastrar na plataforma;
  • Outros portais de vagas de emprego para procurar.

O que faz um diretor de comércio eletrônico

Apesar do interesse crescente pela profissão, muita gente ainda não sabe o que faz um diretor de comércio eletrônico. As atribuições não são poucas, e se você está interessado em ocupar um cargo do tipo, fique ciente de que o trabalho não será pouco.

Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas
Foto: (reprodução/internet)

O diretor é o grande responsável por controlar os projetos de venda e coordenação de comércio eletrônico da empresa, gerenciando a mercadoria da loja. É o grande responsável por organizar o site de uma empresa virtual, visando conseguir resultados expressivos no campo online.

É ele o responsável por gerenciar todas as lojas online da empresa, coordenando a equipe para que o site funcione normalmente para os clientes. Por ser uma profissão que atua online, em alguns casos, é permitido que o trabalho seja feito integralmente por home office.

Média salarial do cargo no Brasil

Um dos maiores atrativos do cargo de gerente de e-commerce são os números atrativos em relação ao salário da profissão. De acordo com os valores divulgados pelo portal Vagas.com, o profissional da área começa recebendo um salário de R$ 2.330,00.

Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, a média salarial da profissão no Brasil é de R$ 3.540,00, mais de mil reais maior do que o valor total inicial. O número é maior do que a média salarial do povo brasileiro, que é um pouco maior do que o salário mínimo, tornando o cargo ainda mais desejado.

Além disso, é necessário frisar que esse não é o salário máximo que pode ser atingido por um gerente de e-commerce, já que, ainda de acordo com os dados divulgados pelo Vagas.com, alguns profissionais da área já relataram receber cerca de R$ 5.817,00.

Além do salário, empresas podem disponibilizar benefícios

É necessário destacar que, além do salário mais alto do que o habitual no Brasil, algumas empresas ainda podem disponibilizar benefícios para os trabalhadores do cargo, o que torna a profissão ainda mais atrativa. No entanto, isso vai depender de cada companhia, afinal, os benefícios não são obrigatórios por lei.

Outro ponto necessário a ser destacado é que benefícios e direitos são diferentes. Carteira assinada, férias e 13º são direitos do trabalhador, enquanto que o vale-refeição, gympass e outras vantagens são benefícios. Se informe com a empresa que deseja trabalhar.

Formação necessária para se tornar um gerente de e-commerce

O cargo ainda é novo dentro do mercado de trabalho, e por isso, ainda não se criou um campo de pré-requisitos a serem seguidos pelos profissionais da área, o que faz com que, para se tornar um gerente de e-commerce, até o momento, não seja necessário nenhuma formação específica.

Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas
Foto: (reprodução/internet)

Porém, isso não quer dizer que quem atua como um não tenha uma formação acadêmica. De acordo com pesquisa divulgada pelo Vagas.com, a maioria dos trabalhadores do cargo possui diploma de Ensino Superior no curso de administração.

Por trabalhar com a gestão de projetos, além de também ser necessário ser comunicativo e ter um bom espírito de liderança, existem alguns cursos que podem te ajudar a se tornar um gerente de e-commerce melhor. Confira algumas opções de curso que tem ligação com a profissão:

  • Tecnologia da informação e comunicação;
  • Marketing (digital também incluso);
  • Gestão de projetos;
  • Controle e planejamento de produção;
  • Finanças;
  • Vendas e comercial;
  • Análise de dados.

LinkedIn é um bom portal para encontrar vagas do cargo

Hoje, o LinkedIn é o portal de vagas de emprego mais utilizado pelas empresas maiores, pois revolucionou todo o processo seletivo online, que antes, era feito sem maior interação entre o empregador e o empregado. O site funciona como uma espécie de rede social, obrigando os usuários a interagirem na plataforma.

Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas
Foto: (reprodução/internet)

O site conta com a interface parecida com a do Facebook, sendo possível interagir às postagens de terceiros, além de também ser permitido fazer seus próprios posts. Porém, é preciso lembrar que devem ser voltados para o ambiente profissional, e não como as postagens feitas em outras redes sociais.

Compartilhe postagens agregadoras sobre o mundo profissional, além de informar mudanças de cargo e adicionar conquistas relacionadas à especialização, como a realização de um novo curso profissionalizante. As opções são vastas, basta você aproveitar para começar a se destacar dentro do LinkedIn.

Não deixe de se conectar com conhecidos

Uma das ferramentas mais úteis do LinkedIn é a de ampliar a sua rede de contatos, podendo fazer com que você se conecte com pessoas conhecidas através da plataforma. É sempre bom criar o máximo de conexões possíveis no site, pois isso acaba dando maior relevância para o seu perfil aos olhos de um recrutador.

É possível encontrar ex-colegas de trabalho, além de pessoas que estudam na mesma universidade que você. Além disso, quem é seu amigo em outras redes sociais também aparece como opção para ser adicionado, para que sua rede de contatos aumente. Não deixe de fazer conexões, elas são importantes no site.

Como se cadastrar na plataforma

Agora que sabemos que o LinkedIn é a melhor plataforma, no momento, para se procurar vagas de emprego no cargo, precisamos fazer o cadastro no site para começar a contar com os serviços disponíveis no portal. O cadastro é simples, e não leva mais do que alguns minutos para ser realizado.

Saiba como se tornar um diretor de comércio eletrônico e onde encontrar vagas
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, para deixar o processo mais ágil, é possível fazer o cadastro na plataforma utilizando o perfil do Google ou Facebook, o que já faz o preenchimento automático de algumas informações. Apesar de não ser muito, agiliza boa parte do processo e polpa certo tempo.

Não será necessário a apresentação de qualquer documento, apesar de ser recomendado que tenha sua carteira de trabalho em mãos, para que o preenchimento das informações seja feito de maneira correta. Confira agora como se cadastrar no LinkedIn:

  • Acesse a página principal do LinkedIn e clique em “Cadastre-se agora”;
  • Após isso, adicione seu número de telefone ou e-mail na plataforma, além de criar uma senha de acesso para o site;
  • Faça o preenchimento dos formulários que aparecerem, informando dados pessoais e experiências passadas no mercado de trabalho;
  • Adicione também cursos profissionalizantes que você já tenha feito, além de informar em quais instituições de ensino já se formou;
  • Depois disso, adicione uma pequena biografia sobre você no site, para que os recrutadores te conheçam melhor;
  • Após esses procedimentos, seu cadastro já estará completo e já é possível se candidatar para as vagas de emprego através do LinkedIn.

Outros portais de vagas de emprego para procurar

Apesar do LinkedIn ser o portal que mais se destaca atualmente, ele não é a única opção de site para quem está procurando emprego. Existem outros sites que também merecem visibilidade no meio, pois contam com uma quantidade enorme de vagas de trabalho, além de também serem simples e sem maiores complicações no momento da inscrição.

Não são poucos os disponíveis hoje, e grande parte das empresas procuram os maiores entre eles para conseguir encontrar os profissionais mais capacitados dentro do mercado de trabalho. Confira agora quais são os melhores sites para encontrar vagas de emprego, além do LinkedIn:

  • Vagas.com;
  • Trabalha Brasil (antigo portal SINE);
  • Empregos.com.br;
  • Indeed;
  • Catho (pago, mas pode ser gratuito em algumas regiões do país);
  • InfoJobs;
  • CIEE (para estudantes);
  • Trovit Brasil;
  • Reachr (“Tinder” dos sites de emprego, encontra profissionais e empregadores através de “matchs”);
  • Maturi Jobs.

Profissão tem tudo para crescer ainda mais nos próximos anos

O e-commerce já se tornou a modalidade de compra mais utilizada por diversas pessoas, e por isso, só tende a crescer nos próximos anos. Com a demanda aumentando, é provável que o número de trabalhadores no campo também aumente, o que significa que será necessário que novos diretores de comércio eletrônico surjam.

Isso faz com que a profissão se torne cada vez mais visada e valorizada dentro do mercado de trabalho, o que a torna mais interessante no ambiente profissional. Não perca tempo e procure se especializar para conseguir se destacar no meio e começar logo a atuar como gerente de e-commerce nas melhores empresas do país.