Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho

Na maioria das vezes, o início de qualquer caminhada é mais difícil. Não podia ser diferente dentro do mercado de trabalho, a menos que tenha contatos influentes e conte com boas indicações. Todavia, é um percentual pequeno de pessoas que consegue começar em um emprego de boa remuneração sem ter experiência

Embora pareça complicado, existem algumas estratégias que podem ajudar a iniciar essa fase inicial na vida profissional. Claro que é necessário ter planejamento, mas algumas atitudes fazem toda a diferença. Ficou interessado em saber como começar no primeiro emprego e sem ter experiência de atuação? Veja essas super dicas.

ANÚNCIO
Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Invista em graduação ou curso técnico

Após concluir o ensino médio, muita gente fica perdida sobre o que fazer em seguida. Para começar a se aquecer no mercado de trabalho, é necessário ter pelo menos uma base teórica. Isso pode ser conquistado em uma graduação nas instituições universitárias ou nos cursos técnicos. Se a intenção é fazer um curso de pequena duração, a segunda opção é a ideal. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Apesar das empresas valorizarem a experiência de mercado, a graduação ainda é algo relevante e que pode fazer diferença na contratação. Na hora de decidir qual curso fazer, é válido considerar seus planos e metas para o futuro. Algumas pessoas jovens acabam mudando de profissão por não terem clareza do que realmente se veem fazendo. 

Não existe idade ideal para entrar na faculdade ou fazer qualquer curso. Saiba que é possível independente disso. Se precisar mudar de carreira, também não se sinta envergonhado, o recomendado é fazer uma reflexão sobre quais caminhos profissionais deseja seguir. Cursos técnicos aumentam a chance de conseguir um emprego. 

Busque conhecimento extracurricular 

O conhecimento nas instituições de ensino é realmente muito importante, mas já pensou em investir em atividades extracurriculares? O profissional consegue se destacar ainda mais quando não apresenta o mais do mesmo. Para se destacar é interessante fazer cursos de idiomas, de informática e outros que podem agregar na carreira. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Se podemos indicar por onde começar, invista em cursos de espanhol ou inglês avançado. Os cursos de idiomas são valorizados pelas empresas. O ideal é entrar em uma escola de idiomas, mas também é possível estudar sozinho em casa. Hoje em dia existem aplicativos e ferramentas gratuitas que possibilitam obter esse conhecimento. 

Ainda, procure formas de se descobrir profissionalmente. Apesar de não ter experiência, defina quais são os seus pontos fracos e fortes e cursos que aprimorem sua comunicação. Afinal, ter uma boa oratória faz toda diferença na entrevista de emprego. Além disso, invista na criatividade e no marketing pessoal. 

Procure por experiências diferentes

Também, procure aproveitar o máximo possível a estrutura de ensino que está inserido. Nas faculdades é comum oferecerem trabalhos de extensão e projetos interessantes que vão contribuir para a experiência profissional. Saiba que sua carreira profissional já começa antes de estar de fato no mercado de trabalho. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Fazer a diferença no ambiente de ensino reflete no começo da carreira. Ter projetos relevantes dentro da faculdade pode passar a compor currículo e cases profissionais. Busque também por trabalhos voluntários que possibilitem um alto nível de aprendizado. Isso ajuda o estudante a desenvolver opiniões críticas e descobrir seu lugar na sociedade. 

Aliás, saber lidar com pessoas de diferentes personalidades é muito positivo dentro das empresas. Os recrutadores buscam por profissionais que tenham habilidades em liderar, conversar e gerir relacionamentos. Logo, essas atividades que citamos podem estimular o desenvolvimento dessas características. 

Aprenda o máximo que puder nos estágios 

Outra dica para começar no mercado de trabalho com o famoso pé direito é explorar ao máximo os estágios. É comum que as faculdades ofereçam oportunidades de integração com empresas de estágio, um exemplo disso é o CIEE que faz a intermediação entre empresas e estudantes. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Então, caso esteja inserido em um estágio, aproveite tudo que o ambiente tem a oferecer. É uma pequena demonstração de como seria se fosse efetivado. Sem contar que essa é a oportunidade de ser contratado no final do período. Existem muitas empresas que gostam do trabalho dos estagiários e o efetivam ao final do contrato. 

Desenvolva a proatividade no ambiente de estágio, tente estar envolvido com as mais diversas atividades. Invista no relacionamento interpessoal com os colegas e gestores. Essas atitudes proporcionam experiências ricas. Quanto mais estiver envolvido em grupos, conhecendo outras pessoas e superando desafios, mais maturidade terá para o mercado de trabalho.

Tenha metas e objetivos

Assim como qualquer outra coisa na vida, é necessário ter objetivos e metas para encarar a carreira. Não é porque tem pouca ou nenhuma experiência que não é preciso ter uma definição clara dos próximos passos. Sem dúvidas, ter contato com projetos diversos, estágios, trabalhos e pessoas diferentes ajudam a saber o que quer profissionalmente.

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Se não teve a chance de vivenciar essas coisas, separe um tempo para você e anote em uma folha quais áreas costumam chamar sua atenção. Ter em mente quais são as principais habilidades também ajuda a saber em qual área elas podem ser utilizadas. Além disso, é importante ter persistência no planejamento. 

Afinal, nem sempre alguém consegue um emprego no primeiro currículo enviado, não é verdade? Então, não desista se um receber um “não”. Manter o foco é essencial para conseguir vencer na carreira. Saiba que os recrutadores procuram por profissionais que mostram firmeza e não incertezas e instabilidade. 

Conheça o mercado de trabalho 

Antes de sair em busca de uma oportunidade de trabalho, lembre-se de procurar entender como funciona o mercado de trabalho. Cada área tem suas particularidades, logo, possuem dinâmicas diferentes. Por isso, é importante estar atualizado para não se surpreender negativamente. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Uma boa estratégia é conversar com profissionais que estão aonde você deseja chegar. Conhecer sobre a experiência de terceiros e saber quais foram as estratégias usadas pode agregar muito na sua caminhada. Por exemplo, se o seu intuito é trabalhar com o público, é interessante compreender como se comunicar com ele. 

Se o interesse é trabalhar com vendas, é válido avaliar o perfil do consumidor, quais são suas necessidades, entre outras coisas. Não se iluda, pois o mercado de trabalho muda constantemente. Logo, estar por dentro dessas oscilações pode colocar o profissional à frente de seus concorrentes. 

Construa um bom networking 

Já ouviu falar em networking? Essa é uma prática que tem sido muito falada no mundo corporativo. Nada mais é do que trabalhar redes de contato, trocando informações e experiências. No mercado de trabalho, essa ação faz toda a diferença. Por isso é interessante estar se relacionando com as pessoas, seja na faculdade, estágio ou trabalho efetivo. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Engana-se quem pensa que o networking só dá para ser feito na empresa. Pelo contrário, pode ser realizado em qualquer lugar. É ainda melhor já desenvolver esse hábito na graduação, ambiente onde tem contato com pessoas que têm mais experiência profissional que você. Os professores são um ótimo exemplo. 

Manter um bom relacionamento com os mestres, colegas, grupos de programas de extensão e estágio vai impactar positivamente no futuro. Além disso, participar de eventos da graduação ou de outras instituições que vão agregar valores é uma ótima chance de criar uma rede de contatos. Lembre-se que os bons relacionamentos podem gerar oportunidades

Monte um currículo forte 

Não podíamos deixar de fora o currículo, não é verdade? Talvez você esteja pensando “vale a pena elaborar um currículo, já que não tenho experiência?”. A resposta é sim. Considerando que esteja começando no mercado de trabalho, é válido colocar no currículo quais são suas pretensões profissionais e quais habilidades tem o intuito de desenvolver. 

Sem experiências? Veja essas dicas para começar no mercado de trabalho
Fonte: (Reprodução/Internet)

A elaboração do currículo é a hora de colocar os cursos, projetos e atividades voluntárias que realizou durante a vida acadêmica. Inclusive, informar a graduação que cursou ou que está cursando também é fundamental. Leia e releia o documento para não deixar passar qualquer erro ortográfico. Ainda, não cometa o erro de colocar informações falsas.

Não menos importante, deixe claro o porquê a contratação vai agregar valor à empresa. Apesar de não ter experiência profissional, você precisa convencer o recrutador de que é uma peça fundamental na corporação. Mostre também que tem força de vontade em aprender e crescer. Para quem está começando, isso é primordial. 

Quais profissionais as empresas estão buscando?

No decorrer do artigo falamos bastante sobre conhecer as habilidades. Já parou para pensar quais são as habilidades que as empresas procuram nos profissionais? Conforme foi dito anteriormente, o mercado de trabalho muda a todo instante e só ser bom no que faz não é suficiente. É preciso estar acima da média para ter um lugar de destaque. 

As características que chamam a atenção do recrutador é o quanto o colaborador conhece de si mesmo, se tem inteligência emocional e se sabe lidar com pessoas. Ter uma boa comunicação é fundamental em qualquer área que esteja, pois será necessário estar inserido em uma equipe. Por fim, procuram por pessoas que se adaptam aos novos modelos de trabalho.

ANÚNCIO