A cultura “come” estratégia no almoço

A cultura "come" estratégia no almoço
Foto: (reprodução/internet)

O palestrante da BRITE, Dwayne Spradlin, discute como a cultura é essencial para fazer a inovação funcionar.

Ao conversar com um de seus clientes sobre as barreiras para a inovação aberta dentro de uma organização, Dwayne Spradlin, CEO e presidente da InnoCentive, recebeu uma citação maravilhosamente perspicaz: “A cultura come a estratégia no almoço.”

ANÚNCIO

Leia também: Cultura e responsabilidade corporativa

Como Spradlin disse à BusinessWeek, a cultura certa é essencial para fazer a inovação aberta funcionar. Quando a liderança o apoia do topo, Spradlin acredita que “as pessoas serão extraordinárias”. 

Se a média gerência receber a permissão necessária para ser criativa e apresentar novas ideias, será ela que impulsionará a inovação aberta.

Fundada em 2001, a InnoCentive trabalha com uma ampla gama de empresas para desenvolver desafios de inovação com base em incentivos. As soluções são encontradas por uma comunidade de solucionadores de problemas espalhados por todo o mundo.

A cultura "come" estratégia no almoço
Foto: (reprodução/internet)

Ao enfrentar esses desafios e trabalhar com clientes, a Spradlin oferece os seguintes conselhos para organizações que buscam explorar o poder de um sistema de inovação aberto:

ANÚNCIO

Certifique-se de criar um desafio de inovação apenas para as tarefas que pretende seguir em frente. Faça a pergunta certa – pense em uma pergunta específica do tipo “e se” que pode resultar em um avanço nos negócios, em vez de apenas apresentar problemas gerais de negócios. 

Aproveite um grupo de “facilitadores de problemas” com as habilidades para desenvolver as perguntas certas e avaliar as soluções para seus desafios de inovação. Isso melhorará a eficiência do restante da sua empresa quando ela avançar com ideias inovadoras.

Fique por dentro: Usando uma oferta externa para negociar um aumento

Traduzido e adaptado por equipe Vagas Liste

Fonte: Ivy Exec

ANÚNCIO