4 razões pelas quais sua equipe não está motivada (e o que você pode fazer para consertar)

4 razões pelas quais sua equipe não está motivada (e o que você pode fazer para consertar)
Foto: (reprodução/internet)

As pessoas querem coisas diferentes na vida. Portanto, é difícil generalizar o que funciona como uma estratégia motivacional eficaz para qualquer indivíduo em particular.

Frequentemente, os gerentes cometem o erro de presumir que o que os motiva também motivará seus funcionários.

Os colaboradores apresentam tanto motivações intrínsecas, que decorrem da satisfação interna com o trabalho, quanto extrínsecas, que podem assumir a forma de remuneração, promoção de títulos e benefícios. 

Os trabalhadores que consideram seus empregos gratificantes nessas duas frentes têm melhor desempenho e estão mais comprometidos com seus empregos.

Aproximadamente 40% do sucesso em projetos de equipe depende da motivação dos funcionários. O principal desafio para determinar estratégias motivacionais bem-sucedidas é entender por que os trabalhadores não estão motivados. Depois de descobrir a causa do problema, você pode adotar soluções eficazes.

4 fatores que levam à baixa motivação dos funcionários

Tirar conclusões precipitadas e empregar técnicas motivacionais equivocadas pode, na verdade, tornar um funcionário menos motivado e prejudicar seu desempenho e produtividade gerais.

Por exemplo, se um trabalhador sentir que não consegue concluir um trabalho, encorajá-lo a trabalhar mais pode apenas fazer com que o trabalhador desista totalmente da tarefa.

Mas todos nós queremos ter sucesso. Às vezes, só precisamos de ajuda para chegar lá. Aqui estão quatro áreas comuns que prejudicam a motivação dos funcionários e como você pode abordá-las.

Leia também: Por que suas tentativas de encontrar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional não são bem-sucedidas?

1. Os trabalhadores não valorizam suas tarefas

Às vezes, as tarefas atribuídas aos funcionários não correspondem ao que eles valorizam ou consideram significativo. Os trabalhadores podem apresentar apatia aumentada nesses casos. Quando isso ocorre, os gerentes precisam destacar as preocupações do funcionário e conectá-lo com a tarefa em questão.

O cofundador da Zoomshift , Jon Hainstock, diz: “ A melhor maneira de motivar seus funcionários é descobrir o que os motiva e alinhar seus objetivos pessoais e profissionais com suas funções na empresa da melhor maneira possível.” 

Uma abordagem é conectar o trabalho a algo que o funcionário considere intrinsecamente estimulante. Por exemplo, você pode ajudar o funcionário a reconhecer seu impacto na organização para fornecer um senso de propósito. 

Às vezes, essa tática funciona melhor se você relacionar o desempenho deles ao efeito que tem sobre os colegas, ou discutir o trabalho deles em relação a objetivos de carreira mais amplos, como uma promoção.

4 razões pelas quais sua equipe não está motivada (e o que você pode fazer para consertar)
Foto: (reprodução/internet)

Como alternativa, você pode enfatizar o conjunto de habilidades necessárias para completar a tarefa para fazer o funcionário se sentir mais envolvido se houver aspectos do trabalho que eles gostem ou considerem interessantes.

2. Muito pouca ou muita auto eficácia

Os trabalhadores podem ter falta de motivação como resultado da confiança insuficiente em suas habilidades. Se os funcionários se sentirem incapazes de concluir uma tarefa, eles não terão o ímpeto para fazê-lo.

Construir a confiança de um funcionário pode fazer toda a diferença se um de seus funcionários de melhor desempenho entrar em crise. Lembre o funcionário de seu sucesso anterior ou dê exemplos de outras pessoas que superaram dificuldades semelhantes.

Por outro lado, funcionários com elevada auto eficácia requerem outra abordagem. Às vezes, os funcionários se sentem super qualificados para realizar uma tarefa necessária. 

Nessas situações, destaque a possibilidade de que eles tenham avaliado mal os requisitos da tarefa e os convença a tentar outro método que possa produzir resultados melhores ou mais confiáveis.

Veja também: Estudo: as startups que têm sucesso pagam um prêmio pelo talento

3. Os trabalhadores estão emocionalmente distraídos

Ansiedade e frustração afetam a todos às vezes. Não importa a fonte de sua infelicidade, os gerentes devem encontrar maneiras de obter o máximo de seus funcionários.

Encontre um ambiente privado para discutir assuntos com um funcionário com problemas. Envolva-se em uma escuta ativa e identifique os problemas em questão. Sentir-se compreendido ajudará a suavizar suas emoções – e quando os funcionários sentem que seu gerente se preocupa com eles , é provável que também se sintam mais motivados.

Quando alguém se sente ameaçado, provavelmente responderá com raiva. Portanto, tente reformular os problemas atuais com seu trabalho como acidental ou equivocado, em vez de intencional. Problemas com depressão e ansiedade são mais bem tratados focalizando a necessidade de empregar estratégias mais eficazes para lidar com as tarefas atuais.

4. Trabalhadores se sentem perdidos

Às vezes é difícil descobrir por que alguém tem problemas para concluir uma tarefa. Esse desamparo fica pior quando os funcionários culpam fatores que estão além de seu controle.

Trabalhe com o funcionário para identificar suas dificuldades juntos. Depois de discutir as causas raízes, as tarefas geralmente parecem mais gerenciáveis.

Se alguém alegar que o problema decorre de algo além de seu controle, sugira alternativas que eles controlem, como a necessidade de uma abordagem diferente ou um planejamento mais cuidadoso.

Em seguida, incentive-os a seguir em frente. O cofundador do Instagram, Kevin Systrom, descobriu que, quando dedica cinco minutos a uma tarefa que vinha adiando, fica muito mais motivado para terminar.

4 razões pelas quais sua equipe não está motivada (e o que você pode fazer para consertar)
Foto: (reprodução/internet)

Quando a motivação dos funcionários não está exatamente onde deveria estar, a produtividade sofre. O dinheiro nem sempre é a resposta

Uma pesquisa do economista Angus Deaton de Princeton e do psicólogo Daniel Kahneman descobriu que, uma vez que os funcionários ganham cerca de US $ 75.000, mais dinheiro não é um motivador extrínseco atraente.

Mas um gerente eficaz intervirá para ajudar o funcionário a voltar aos trilhos. Identificar o problema subjacente é o primeiro passo para aplicar a pressão motivadora certa e aumentar a produtividade.

Fique por dentro: 5 coisas que você deve saber sobre uma empresa antes de entrevistar sua equipe de liderança

Traduzido e adaptado por equipe Vagas Liste

Fonte: Ivy Exec